Smartphones

Xiaomi Mi A1 – Review

Conheça o primeiro celular da marca chinesa com Android One. Modelo intermediário tem câmera dupla e design de iPhone. Veja mais no review do Xiaomi Mi A1.

O Mi A1 é o primeiro celular da Xiaomi com Android One. O sistema operacional foi desenvolvido pelo Google especialmente para smartphones de entrada. Ou seja, aqueles aparelhos mais simples e que precisam de um sistema leve e fluido para rodar sem travamentos.

Sendo assim, o Xiaomi Mi A1 é um celular com Android puro, ou seja, sem modificações. Outro smartphone que usa o Android One, por exemplo, é o Motorola One.

De maneira geral, o Xiaomi Mi A1 traz especificações intermediárias. Além disso, é um celular com câmera dupla, tem tela grande e preço em conta. Confira o review do Xiaomi Mi A1 e descubra se ele é o celular ideal para você.

Está procurando o seu smartphone novo? Garanta o melhor preço no seu aparelho e o plano ideal para você na Loja Online da Claro!

 

Tela e design: Xiaomi Mi A1 parece com iPhone 8

 

 

Logo de cara, é possível perceber a semelhança do celular chinês com modelos da Apple, como o iPhone 8. Todavia, o Xiaomi Mi A1 tem construção metálica em um corpo único (unibody). Assim, torna-se mais difícil ter acesso à bateria, por exemplo. O smartphone está disponível nas cores dourado, rosa, vermelho e preto.

Já a sua tela é grande, de 5,5 polegadas. A resolução também não deve deixar a desejar, já que é Full HD (1.920 x 1.080 pixels). Dessa forma, a densidade ficou em aproximadamente 403 pixels por polegada (ppi), que é um bom resultado.

Contudo, o Mi A1 segue a proporção 16:9, vista em displays de aparelhos mais antigos. Modelos lançados recentemente adotaram as dimensões 18:9 como forma de facilitar o uso de telas grandes com uma única mão.

Além disso, o Xiaomi Mi A1 conta com proteção Gorilla Glass 3. Ela é usada em telas de smartphones e outros dispositivos para aumentar a resistência contra arranhões e rachaduras, por exemplo.

 

Xiaomi Mi A1 tem hardware intermediário

 

O smartphone chinês é equipado com um dos melhores processadores da linha intermediária da Qualcomm, o Snapdragon 625. Todavia, ele é um octa-core com 2 GHz de velocidade. O componente trabalha em conjunto com 4 GB de memória RAM para oferecer um desempenho fluido na maioria das tarefas.

O que também ajuda a dar velocidade é o sistema operacional, que é sem modificações. Dessa maneira, tende a funcionar de forma mais fluida nos smartphones.

Além disso, o Mi A1 tem armazenamento que deve ser suficiente para a maioria das pessoas. São 64 GB de espaço, sendo parte já ocupada pelo sistema e aplicativos pré-instalados. No entanto, dá para usar um cartão de memória de até 128 GB para ter mais memória interna.

Por falar em sistema operacional, o Xiaomi Mi A1 foi o primeiro celular da marca a contar com atualização para o Android 8 (Oreo). Essa agilidade se deve justamente ao fato do sistema ser puro, ou seja, sem modificações da fabricante.

Outro aspecto importante do Mi A1 é a bateria, que tem 3.080 mAh de capacidade. A quantidade segue a média de outros celulares intermediários concorrentes. Inclusive, essa é a mesma capacidade usada no top de linha da Samsung em 2018, o Galaxy S9.

O Xiaomi Mi A1 é um celular dual chip. No entanto, sua entrada é híbrida e requer que o usuário escolha se quer usar dois planos de celular ao mesmo tempo, ou um chip e um cartão de memória.

 

Câmera dupla é destaque no Mi A1

 

Quando o assunto é câmera, o Xiaomi Mi A1 se destaca entre muitos celulares intermediários. Isso porque traz sensor duplo na parte de trás. As duas câmeras são de 12 megapixels. Contudo, a lente grande angular tem abertura f/2.2, enquanto a da teleobjetiva é f/2.6.

Graças a esse conjunto de câmeras é possível fazer fotos com o fundo desfocado (efeito Bokeh), conhecido como Modo Retrato nos celulares da Apple. Além disso, o smartphone tem zoom óptico de até 2 vezes. Isso quer dizer que é possível aproximar objetos sem perder qualidade nas imagens.

Entretanto, a câmera frontal é um pouco mais simples, com só 5 megapixels. Contudo, ela faz vídeos em alta resolução. Porém, com a câmera traseira é possível filmar em 4K a 30 quadros por segundo (fps).

 

Qual é o preço e a disponibilidade do Xiaomi Mi A1 no Brasil?

 

O smartphone da fabricante chinesa foi lançado em setembro de 2017 por US$ 234. O valor equivale a mais ou menos  R$ 930, sem considerar impostos nacionais.

Contudo, é importante lembrar que a Xiaomi não vende o Mi A1 oficialmente no Brasil. Ou seja, ele não deve ser encontrado nas lojas online mais tradicionais do país. Sendo assim, uma opção é importar o smartphone ou comprar fora do país.

Deixe um comentário

avatar