Curiosidades

Vantagens de ter um telefone fixo: ainda vale a pena?

Descubra se ainda vale a pena ter telefone fixo em casa ou no escritório, e saiba quais ainda são as vantagens desse tipo de serviço.

A evolução dos celulares e dos planos de telefonia móvel fez muita gente deixar de lado a linha fixa. Então, é comum se perguntar se ainda vale a pena ter um telefone fixo, ou até mesmo colocar à prova as suas vantagens.

Contudo, o fato é que ainda existem razões e vantagens em se ter um telefone fixo em casa. Apesar de não ser mais um item essencial nos lares brasileiros, ainda são milhões de linhas fixas que atendem às diferentes necessidades dos clientes.

A seguir, você vai conhecer as vantagens de ter um telefone fixo e descobrir se ainda vale a pena contratar esse serviço. No entanto, antes, é importante tomar ciência de alguns dados sobre a telefonia fixa no Brasil. Confira!

 

Como está a telefonia fixa no Brasil?

 

Muita gente pode ter a impressão de que ninguém mais tem telefone fixo no Brasil. Sobretudo nas grandes cidades, em que o uso de celulares e a oferta de planos de telefonia móvel é maior.

Apesar da queda no número de linhas de telefone fixo, eles ainda somam uma quantia expressiva. De acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o terceiro trimestre de 2018 fechou com 38,8 milhões de telefones fixos no Brasil.

O número representa uma queda de 5,6% com relação aos dados do terceiro trimestre de 2017. Naquela época, eram 41.106 linhas de telefone fixo no país. Contudo, esse número já foi mais expressivo, alcançando os 44 milhões em 2015, por exemplo.

Porém, os dados representam 18,5 telefones fixos para cada 100 habitantes brasileiros. No entanto, é importante lembrar que o mais comum é haver apenas uma linha por casa.

Também por isso, os dados referentes à telefonia móvel extrapolam os da telefonia fixa. Ainda segundo levantamentos da Anatel referentes ao terceiro trimestre de 2018, existem 111,84 celulares para cada 100 habitantes brasileiros.

Contudo, nesse caso é bom ressaltar que cada pessoa tem seu próprio aparelho, e que pode acontecer de ter mais de um também.

Mais especificamente, são 234,3 milhões de celulares no Brasil. Desse total, 59,07% (138,3 milhões) são linhas pré-pagas.

Quanto às prestadoras de serviço de telefonia fixa, as maiores do Brasil ainda são a Oi, a Vivo e a Claro. As duas primeiras têm market share bastante parecido.

Enquanto a Vivo detém 33,89% das linhas fixas, a Oi fica com 33%. Já a Claro opera 27,22% dos telefones fixos. Todavia, os dados da Anatel também são resultado do levanto feito com referência ao terceiro trimestre de 2018.

Contudo, existem outras opções para quem quer ter um telefone fixo em casa. Entre elas estão empresas como TIM, Algar e Copel. Entretanto, nem todas oferecem os serviços em todas as regiões do Brasil. Sendo assim, é necessário consultar a cobertura da operadora escolhida.

 

Conheça as vantagens e desvantagens de um telefone fixo

 

Uma das maiores vantagens de um telefone fixo é a sua estabilidade. Em tempestades, desastres naturais ou situações semelhantes, é comum enfrentar instabilidade para usar o celular ou a internet. Entretanto, esse tipo de ocorrência dificilmente vai afetar as linhas de telefone fixo.

Outra vantagem do telefone fixo é não costuma ter aquele velho problema de bateria. Ou seja, em caso de falta de energia, se o celular descarregar completamente, não haverá como recarregar.

Contudo, se tiver um telefone fixo, continuará podendo fazer ligações. Isso é muito importante, principalmente, em situações de emergência. Agora, é importante lembrar que, no caso de telefones fixos sem fio, eles precisam estar carregados para funcionar.

A falta de sinal é outro problema que pode acontecer com um celular. Contudo, é mais uma vantagem do telefone fixo não enfrentar esse tipo de adversidade, uma vez que não depende de sinal para funcionar.

Além disso, os aparelhos tendem a ser mais duráveis e não sofrem com a tal obsolescência programada. Isto é, quando as fabricantes dos aparelhos já planejam quando eles deixarão de funcionar ou de serem úteis para seus usuários. Dessa maneira, somos obrigados a investir em novos celulares.

O celular também tem uma vantagem que é poder ser levado para qualquer lugar. Contudo, hoje em dia, existem linhas de telefones fixos que funcionam como móveis. Nesses casos, a linha funciona quase como a telefonia móvel. Todavia, um chip é colocado em um celular. No entanto, o número continua sendo fixo.

 

Afinal, vale a pena ter um telefone fixo?

 

Ter um telefone fixo pode oferecer diversas vantagens, como vimos acima. Além disso, ele funciona sem depender de um plano previamente estabelecido ou da quantidade de créditos inserida.

Diferentemente dos telefones pré-pagos, controle ou pós-pago, os planos de telefonia fixa costumam cobrar apenas quando o serviço é usado. Contudo, tende a haver uma taxa mínima que precisa ser paga todos os meses.

Entretanto, a maioria dos planos de TV por assinatura e internet banda larga costuma oferecer bons preços para contratação de combos. Nesses casos, você paga mais barato pelos serviços se contratar todos de uma só vez, com a mesma operadora. Sendo assim, incluir uma linha de telefonia fixa pode ser bem em conta.

De maneira geral, como representa um custo fixo bem baixo, ainda vale a pena ter um telefone fixo. Principalmente para o caso de emergências ou se ficar sem o telefone celular. Isso pode acontecer caso falte bateria, sinal, ou mesmo se o aparelho for furtado ou roubado.

Contudo, é importante avaliar se os gastos compensam. Isso porque o custo da ligação, por exemplo, já foi bem diferente em celulares e telefones fixos. Contudo, hoje em dia, muitas operadoras oferecem planos com ligações ilimitadas para telefones de todo o Brasil, por exemplo.

Deixe um comentário

avatar