icone office 365

R$40 de desconto no Office 365 com o cupom: CD40

Teste de velocidade

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Dicas e curiosidades

eSIM: conheça a tecnologia que deve acabar com os chips tradicionais

Tecnologia pode tornar a contratação de planos e a portabilidade mais simples.

O chamado eSIM é uma espécie de chip virtual para celular. A tecnologia chegou ao mercado em 2016 com o Samsung Gear S2 3G, relógio inteligente da marca sul-coreana.

De lá para cá, o eSIM começou a ser usado em smartphones, dispositivos vestíveis como smartwatches e até mesmo notebooks. 

Um exemplo são os modelos mais recentes de celulares da Apple, como o iPhone 11, que podem ser considerados smartphones dual-chip, já que têm suporte ao eSIM. 

Contudo, vale destacar que o primeiro celular a usar eSIM foi o Pixel 2, celular com Android Puro do Google.

A sigla, em inglês, quer dizer Embed Subscriber Identity Module. Em tradução livre, o módulo embutido de identidade do assinante deve oferecer vantagens como maior segurança, a possibilidade de usar duas linhas no mesmo chip, além da facilidade de não precisar de trocar o chip em viagens, por exemplo. Saiba mais sobre o tema nas linhas a seguir.

Não perca mais tempo! Compre agora o seu smartphone novo na loja online da Claro e aproveite as ofertas para pagar menos no seu novo aparelho!

Como funciona o eSIM?

No eSIM, o chip é fixo no dispositivo, e não é necessário fazer a troca do acessório, pois toda a configuração é feita por meio de um software. 

Isso facilita na hora de contratar um plano de celular, fazer portabilidade

e ainda permitir a integração entre diferentes aparelhos com a Internet das Coisas (IoT). 

Sendo assim, o eSIM tem, basicamente, a mesma funcionalidade de um chip tradicional, só que funciona de maneira virtual.

Sua arquitetura tem três componentes. A parte que armazena o perfil é chamada e eUICC. O perfil virtual, por sua vez, é responsável por guardar as configurações do usuário e fazer a conexão com a rede da operadora.

Tem ainda o SM-DP+, que é um serviço que disponibiliza o download do perfil de maneira segura. 

Operadoras já oferecem suporte ao eSIM no Brasil

No Brasil, algumas operadoras já oferecem suporte ao eSIM. A TIM, por exemplo, conta com a tecnologia para celulares da Apple. Outras operadoras como Claro, Oi e Vivo também suportam eSIM, sobretudo em dispositivos vestíveis, como relógios inteligentes com 3G.

O chip tradicional vai acabar?

A expectativa é que o eSIM coexista com os chips tradicionais por algum tempo. No entanto, espera-se que, no futuro, todos os dispositivos que precisam se conectar à internet usem a tecnologia mais moderna (eSIM).

Quer economizar no seu plano de celular e banda larga? Confira aqui as melhores ofertas da semana!

voltar para o top