icone office 365

R$40 de desconto no Office 365 com o cupom: CD40

Teste de velocidade

TIM

TIM vai investir primeiramente em internet fixa com rede 5G para áreas sem fibra óptica

Massificação da internet 5G para smartphones deve acontecer em uma etapa futura, segundo representante da operadora.

De olho na chegada da internet 5G no Brasil, a operadora TIM já traçou uma estratégia para uso da tecnologia. Em um primeiro momento, a ideia é usar a nova conexão para levar internet banda larga fixa até regiões que não contam com cobertura da fibra óptica.

Dessa forma, a TIM poderá expandir sua base de assinantes de internet fixa. É possível que essas novas conexões sejam mais rápidas do que as oferecidas atualmente pelo FTTH usado pela TIM Live.

As declarações foram feita pelo CTIO da TIM, Leonardo Capdeville, durante evento de tecnologia realizado em Santa Rita do Sapucaí, em Minas Gerais. Na ocasião, a empresa abriu as portas da Casa TIM 5G, para dar um gostinho do que pode vir por aí com a nova tecnologia. 

O executivo reforçou, ainda, que a demanda por tráfego apresenta crescimento maior do que a receita gerada pelo setor. Isso é um sinal de que a atual infraestrutura não acompanha a necessidade dos assinantes. 

Vale destacar que essa demanda tem uma forte ligação com o crescimento de serviços de vídeos por streaming, como

Netflix e Amazon Prime Video.

 

Enquanto a conexão 5G não chega, tenha velocidade banda larga de alta velocidade e estabilidade com os planos TIM Live. Acesse e assine online!

5G vai chegar aos smartphones

Esse foco inicial em serviços de banda larga não significa que o 5G vai ficar de fora dos smartphones. Entretanto, a massificação do serviço no Brasil deve ocorrer só após o retorno do investimento inicial.

Segundo Capdeville, para que isso aconteça é preciso que a Anatel cumpra sua parte e priorize as maiores necessidades do país. Entre os campos mencionados pelo executivo da TIM, estão educação, segurança e medicina. 

Caso contrário, “o investimento que fizermos na 5G vai para o espaço e nós, Brasil, perdemos uma oportunidade.”, afirmou em declaração ao portal TeleSíntese.

 

voltar para o top