Notícias

Sony ‘revive’ Walkman em edição comemorativa do jogo Kingdom Hearts 3

Aparelho famoso nas décadas de 80 e 90 ganha edição moderna.

Em comemoração ao lançamento do game Kingdom Heart 3, a Sony lançou uma edição especial do Walkman NW-A55, com arte e detalhes inspirados no jogo.

O jogo Kingdom Heart 3 foi lançado em janeiro de 2019 para PlayStation 4 e Xbox One, treze anos depois da chegada se sua segunda edição. O game é famoso por juntar o estilo visual e a narrativa em RPG da desenvolvedora Square Enix com a participação especial dos personagens do universo Walt Disney. Esses personagens podem aparecer como parte da narrativa principal ou em mini games próprios.

O game também inspirou o lançamento do fone Bluetooth WH-H800 h.ear da Sony, com arte baseada no visual do Kingdom Heart 3.

Veja mais detalhes sobre as edições especiais lançadas pela Sony:

Acesse a Claro Online e encontre os melhores celulares e planos de chamada e internet!

 

Walkman Sony NW-A55 Kingdom Heart 3

 

Bem, é claro que o novo walkman da Sony acompanhou a evolução dos arquivos de áudio. Na verdade, o aparelho é um reprodutor de músicas digitais compatível com as tecnologias mais avançadas da Sony.

Suas especificações técnicas incluem memória interna de 16 GB para salvar músicas e outros arquivos. Se quiser mais espaço, é possível aumentar a memória com um cartão de memória de até 144 GB. O walkman do Kingdom Heart 3 pode reproduzir arquivos de alta resolução nos formatos FLAC e DSD, entre outros. A bateria tem duração para 45 horas de reprodução de músicas e o aparelho conta com conexões sem fio NFC e Bluetooth.

Já as tecnologias de áudio incluem Noise Cancelling, para acabar com interferência de ruídos externos na sua música, e Ambiente Sound, para quando você precisar ficar atento ao que acontece ao seu redor.

O walkman Sony da edição comemorativa vem em uma caixa estilizada e tem a personagem Sora estampada na parte traseira. Suas dimensões são de 557 mm x 973 mm x 108 mm, com peso de 99 gramas.

Por enquanto, o walkman comemorativo só está disponível no site da Sony do Japão, com preço equivalente a R$ 990, sem considerar os impostos. Segundo a marca, a compra deve ser feita até dia 12 de abril de 2019. Ainda não há notícias sobre o lançamento do modelo especial em outros mercados fora do Japão.

 

Fone de ouvido sem fio Bluetooth Sony WH-H800 h.ear

 

A edição comemorativa do fone de ouvidos sem fio do jogo Kingdom Heart 3 também ganhou arte inspirada no game. O modelo tem entrada para áudio P2, bateria para 24 horas de reprodução de músicas e tamanho compacto.

Seu custo no site da Sony do Japão equivale a cerca de R$ 850, mas não há previsão do lançamento em outros mercados.

 

Informe Publicitário
Tim

Melhor oferta

100MB

serviços digitais

Serviços Tim
A partir de
R$
117,00

por
mês

Vivo

Melhor oferta

100MB

serviços digitais

Vivo
A partir de
R$
129,99

por
mês

Oi

Melhor oferta

25MB

serviços digitais

Serviços Oi
A partir de
R$
114,90

por
mês

Net

Melhor oferta

120MB

serviços digitais

Serviços Net
A partir de
R$
99,00

por
mês

 

Uma lembrança dos walkmans

 

Essa novidade vai chamar atenção do pessoal mais velho. Afinal, tem gente que não sabe como era difícil ouvir suas músicas preferidas há alguns anos.

Atualmente, não tem nada mais fácil do que pegar o smartphone e abrir o aplicativo de música em streaming. São milhões de faixas disponíveis ali, na palma da mão e a uma conexão com a internet móvel de distância. Mesmo antes disso, você podia salvar centenas de faixas em MP3 Players ou no próprio reprodutor de música do celular.

Pode-se dizer que o walkman foi o início de tudo isso. Hoje em dia, o aparelho não parece tão prático. Afinal as fitas K7 reproduzidas tinham um limite de mais ou menos doze músicas (seis de cada lado). E para ter mais opção, era preciso andar com um monte de fitas por aí. Mesmo assim, valia a pena. Afinal, colocar os fones de ouvido e ouvir música em qualquer lugar sempre foi uma ótima ideia.

É claro que, com o tempo, ficou muito mais fácil. Primeiro com os diskmans, que reproduziam CDs em qualidade de áudio superior. Depois com os reprodutores de arquivos digitais, como MP3 e MP4 players ou os primeiros iPods. Finalmente, as músicas chegaram aos celulares e, com a popularização dos smartphones, o tamanho das playlists ficou sem limites.