icone office 365

R$40 de desconto no Office 365 com o cupom: CD40

Teste de velocidade

Blog

Smartphone lento? Descubra as principais causas do problema.

Com o tempo, diferentes fatores fazem com que o celular fique mais lento.

Quando o smartphone está novinho em folha, é aquela maravilha. Os aplicativos carregam em menos de um segundo e todas as tarefas são executadas imediatamente, assim que você toca na tela touch. Porém, depois de algum tempo, as respostas começam a ficar mais lentas. Em alguns casos mais sérios, até abrir a câmera é uma atividade demorada. Porque o smartphone começa a ficar lento depois de algum tempo?

A má notícia é que, muitas vezes, essa lentidão é inevitável, principalmente em smartphones que já estão em funcionamento há mais tempo. E isso vale para qualquer marca ou sistema operacional.

Já a boa notícia é que, em alguns casos, você pode recuperar pelo menos uma parte da capacidade de resposta do aparelho, aumentando sua vida útil. Mas dificilmente ele vai voltar à boa forma de seus primeiros meses.

Veja alguns dos fatores que podem deixar o seu smartphone lento e quais as possíveis soluções:

 

Chegou a hora de comprar um celular novo? Aproveite as promoções da Claro e tenha os melhores smartphones com planos cheios de vantagens!

 

Armazenamento cheio

 

Logo que tiramos um smartphone da caixa, ele está zerado. Ou seja, vem apenas com os aplicativos pré-instalados, que variam entre os modelos e as fabricantes. Com mais tempo de uso, o armazenamento fica bem mais cheio, graças aos aplicativos baixados, fotos e vídeos salvos, conversas guardadas e informações de sites e apps acessados.

Esse excesso de dados armazenados faz com que o smartphone fique mais lento, já que o sistema precisa reconhecer todas as informações com frequência.

A solução, claro, é manter mais espaço de memória livre. Apague fotos, vídeos, históricos de conversas e outros arquivos que não tenham utilidade. Ou aposte em sistemas de armazenamento em nuvem. Alguns smartphones Android oferecem uma ferramenta que ajuda liberar memória interna e memória RAM do aparelho.

 

Muitos aplicativos instalados

 

Falando nisso, a memória RAM é outro fator que tem muita influência na velocidade de resposta do seu smartphone. Ela é acessada para abrir e executar arquivos e aplicativos. Então, quanto mais aplicativos estão instalados, e quanto mais pesado eles são, mais lento vai ficar o celular.

Além disso, os aplicativos estão em constante atualização. Muitas vezes, as novas versões são mais pesadas do que as antigas. Logo, exigem mais da memória RAM. Um smartphone mais antigo pode ter dificuldades em lidar com as novas exigências dos apps atualizados.

Nesse caso, duas soluções podem ajudar, pelo menos temporariamente. A primeira, é apagar aplicativos que você não utiliza. Outra dica é baixar as versões Lites dos apps, que exigem menos da memória RAM para sua execução.

Isso vai ajudar a liberar memória interna e vai facilitar o trabalho da memória RAM, deixando o celular um pouquinho mais rápido.

 

Funcionalidades extras em excesso

 

Seguindo o mesmo caminho, alguns recursos que parecem inofensivos também podem deixar o celular lento. Por exemplo, uso de papel de parede animado ou de vários widgets. Afinal, esses detalhes também precisam ser reconhecidos pelo sistema do smartphone.

A dica aqui é a mesma: apague as funcionalidades que não são essenciais.

 

Smartphone não recebe mais atualizações

 

Depois de um tempo, os smartphones não só saem da garantia de fábrica, como saem das listas de atualizações dos sistemas operacionais.

Isso quer dizer que o aparelho não vai mais receber atualizações de segurança e desempenho ou resoluções para possíveis bugs.

Logo, algumas falhas técnicas não são mais resolvidas, o que também causa a lentidão do aparelho. Infelizmente, essa situação não tem como ser alterada pelo dono do aparelho.

 

Novo sistema operacional é muito pesado para configuração do smartphone

 

Esse é o outro lado da situação anterior. É possível que alguns smartphones mais antigos tenham atualização para uma nova versão do sistema operacional. Por exemplo, você pode atualizar o seu Android 7 Nougat, que veio de fábrica, para o novo Android 9 Pie.

Entretanto, essas novas versões dos sistemas são mais avançadas e contam com recursos mais recentes. Por isso, muitas vezes, são mais pesadas.

Nem sempre o seu smartphone antiguinho vai estar pronto para lidar com tantas novidades. Assim, a atualização para um novo sistema operacional pode ter o efeito oposto, e deixar o seu smartphone lento.

O ideal, nesses casos, é esperar um pouquinho antes de fazer a atualização. Procure saber como os novos sistemas se comportam no seu modelo de smartphone, por meio de pesquisas em fóruns e sites especializados.

 

Acesse a loja online da Tim e escolha um smartphone com muito espaço de armazenamento para salvar quantas fotos, vídeos e aplicativos você quiser!

 

Componentes obsoletos

 

Praticamente, o último suspiro do smartphone. É inevitável que, depois de alguns anos, os próprios componentes físicos do aparelho sofram um desgaste. Isso vale principalmente para a bateria e para outros elementos do hardware do aparelho.

Mais uma vez, esse é um problema sem solução. É claro que algumas das ações anteriores ajudam a recuperar um pouco da velocidade de desempenho, pelo menos por um tempo. Mas é bem possível que, depois de algumas tentativas, chegue a hora de mudar de celular.

voltar para o top