Curiosidades

Privacidade: seus dados estão seguros na internet?

Saiba como proteger suas informações e dados importantes

Com o crescimento vertiginoso da internet nos últimos anos, é normal ter a impressão de que toda a nossa vida passa por sites e aplicativos. Desde a lista de compras no mercado, até suas fotos e conversas com família e amigos, quase tudo está “online”. Sem falar em informações altamente confidenciais, como a sua senha do banco ou do cartão de crédito.

Mas será que essas informações estão realmente seguras na internet? Para dizer a verdade, nem sempre. Afinal, até sites gigantes, como o Yahoo, já foram invadidos por hackers em busca das informações de seus assinantes.

Além disso, muitas empresas de internet, como Facebook e Google são conhecidas por rastrearem e acompanharem todas as suas atividades online. E é fácil identificar essas ações.

Por exemplo, você faz uma busca no Google sobre preços de passagem aérea para, digamos, Paris. No mesmo dia, aparecem anúncios de hotéis em Paris, ou guias e dicas de viagem para a Cidade Luz. Ou então, você procura o preço de um smartphone e fica semanas vendo anúncios daquele celular em diferente páginas, inclusive no Facebook. Já passou por isso?

A explicação é simples: seus hábitos de navegação são reconhecidamente acompanhados, para que empresas possam oferecer uma navegação mais personalizada. E, claro, os anúncios acompanham seus interesses, já que você é identificado como “público alvo”.

O problema é quando essas informações começam a invadir a sua privacidade. Ou quando seus dados caem nas mãos de pessoas mal intencionadas. Mas, nesses casos, é possível tomar alguns cuidados.

 

Encontre diversos celulares Samsung e de outras marcas na loja online da Claro. Acesse e confira!

 

Realizar transações bancárias pela internet é seguro?

 

Vamos começar com uma boa notícia: os bancos brasileiros têm sistemas de proteção de dados e informações super bem desenvolvidos. Assim, você pode realizar pagamentos, transferências e consultas pelo seu internet banking, sem problemas. Isso vale para os sites e aplicativos dos bancos no Brasil.

Mas você deve, sempre, tomar alguns cuidados. Nunca, em hipótese alguma, forneça informações de senha pela internet. Nenhum banco vai te pedir essas informações por e-mails ou mensagens, por exemplo. Por falar em e-mails, tome cuidado ao clicar em links falsos, seja em sites de busca ou e-mails recebidos, que se parecem muito com o endereço online de seu banco.

Caso receba algum tipo de contato pedindo suas informações, saia da mensagem e abra o site do banco no navegador, sempre nos links verificados. Ou entre em contato com a sua agência.

 

E fazer compras em lojas online?

 

Nesse caso, você deve tomar os mesmos cuidados que as transações bancárias. Faça compras online apenas em sites e lojas confiáveis. Verifique atentamente todas as informações do boleto bancário e, se achar algo suspeito, entre em contato com o atendimento ao cliente da loja. Caso o pagamento seja direcionado para o site do seu banco ou cartão de crédito, verifique se aquele site é oficial, ok?

 

Como reconhecer um site seguro?

 

Aqui vai uma dica bem legal, principalmente para sites em que a troca de informações é muito grande, como e-mails, ou envolvem dados bancários, como lojas, sites de bancos e cartões de créditos. Na barra do seu navegador, repare se o endereço começa com “https”. Esse protocolo indica maior proteção aos dados enviados e recebidos por aquela página.

 

Cuidados com redes de internet e dispositivos públicos ou compartilhados

 

Se navegar no seu computador e na rede de internet da sua casa já pede cuidados, imagina em computadores ou internet compartilhada, certo? Ao usar uma rede Wi-Fi pública, mesmo que com senha, evite acessar sites de bancos, cartão de crédito e outros dados financeiros. O mesmo vale para computadores compartilhados, como salas de informática em hotéis, por exemplo.

Sempre que for possível, dê preferência a usar a rede de dados 3G ou 4G do seu smartphone. Afinal, esses aparelhos, normalmente, são usados só por você. Além disso, a rede da operadora sempre será mais segura do que uma conexão Wi-Fi.

Também vale tomar esses cuidados ao fazer login em sites, e-mails e redes sociais. O ideal é usar uma página anônima, disponível em qualquer navegador de internet. Dessa forma, suas informações de login e senha não ficam salvas naquele computador. E, claro, não esqueça de encerrar o acesso corretamente, saindo da sua conta!

 

Informe Publicitário
Tim

Melhor oferta

100MB

serviços digitais

Serviços Tim
A partir de
R$
117,00

por
mês

Vivo

Melhor oferta

100MB

serviços digitais

Vivo
A partir de
R$
129,99

por
mês

Oi

Melhor oferta

25MB

serviços digitais

Serviços Oi
A partir de
R$
114,90

por
mês

Net

Melhor oferta

120MB

serviços digitais

Serviços Net
A partir de
R$
99,00

por
mês

 

Cuidados com informações em redes sociais e outros aplicativos

 

Além dos dados rastreados pelas empresas, também existem aquelas informações que todo mundo divide na internet, principalmente em redes sociais. Verifique as configurações de privacidade desses sites, e escolha quem pode ser suas informações. De preferência, não adicione pessoas desconhecidas. Se o fizer, crie uma lista que restrinja o acesso às suas publicações.

Muitos aplicativos oferecem a opção de login através da conta do Facebook. Não há problema nenhum em aceitar essa alternativa. Mas saiba que isso dá direito ao acesso às suas informações da rede social por aquele aplicativo. Vale dar uma olhada nos termos de privacidade, para saber quais são essas informações.

Também é interessante definir alertas de acessos suspeitos. Sites como Gmail e Facebook oferecem essa alternativa. Dessa forma, se alguém tentar fazer o login em sua senha, você será avisado e pode trocar a senha para uma mais segura. Também nas configurações de segurança, é possível conferir em quais dispositivos aquele site está ativo, por exemplo, notebook e smartphone. Se não reconhecer um dos aparelhos, encerre aquele acesso. E tenha sempre senhas seguras, claro!