Curiosidades

O que mais ocupa a memória do celular?

Descubra o que pode deixar o seu celular mais lento

Celular novo é aquela maravilha! Você navega por todos os aplicativos e tarefas com facilidade, os arquivos abrem rapidinho e as respostas são imediatas.

Mas pode ser que, depois de alguns meses você perceba uma diferença. Alguns aplicativos demoram mais a responder, e a navegação não parece tão imediata.

Até que chega aquele temido dia: você tenta tirar uma foto, e o celular avisa que não tem espaço na memória. Ou o aplicativo de mensagens diz que você precisa liberar espaço para ver o que alguém te mandou.

Quem nunca passou por isso? Bem esses problemas são causados pelo armazenamento interno sobrecarregado. Ou seja, seu arquivos guardados estão ocupando toda, ou quase toda, a memória do celular.

 

Como saber o que ocupa a memória do celular?

 

Para descobrir para onde foi aquele espaço todo do seu celular novinho, você deve abrir as Configurações do seu aparelho. Em seguida, vá em Armazenamento. Ali você vai ver quanto espaço é tomado por aplicativos, fotos, músicas e outros arquivos.

Mas já podemos adiantar alguns fatores que são os “vilões” do armazenamento cheio. Em certas situações, você pode conseguir liberar mais espaço, mas nem sempre é possível.

 

Sistema operacional

 

É isso mesmo. O armazenamento do seu celular já não chega tão “zerado” quanto você espera, já que o próprio sistema operacional ocupa uma parte da memória interna. E isso vale para qualquer versão do Android, iOS e outros sistemas operacionais menos conhecidos.

Como é impossível que um smartphone funcione sem o sistema, não tem nada que você possa fazer sobre isso. Mas procure nas configurações do smartphone qual o espaço livre de armazenamento. Isso, sim, vai dizer o que sobra além do sistema operacional, que é o espaço que você, de fato, terá disponível.

 

Vídeos, fotos e arquivos

 

Não importa se você tirou uma foto ou fez um vídeo, ou se o arquivo chegou pelo WhatsApp. Cada um dos arquivos recebidos ou salvos no seu celular vai ocupar um pouquinho da memória interna.

E tem mais: quanto melhor a definição da imagem, mais espaço ela vai ocupar. Ou seja, vídeos gravados em HD ou Full HD são maiores que vídeos em resolução baixa.

Isso também vale para os áudios do WhatsApp e outros aplicativos de mensagens, músicas, arquivos de textos, GIFs e outras informações.

Descubra onde fica a pasta de arquivos recebidos e downloads  do aparelho para verificar quais deles você realmente precisa guardar.

 

Músicas e vídeos para acessar offline

 

Aplicativos de streaming como Spotify e Netflix oferecem a opção de salvar músicas ou vídeos para ver depois, mesmo sem internet. Bem, esses arquivos precisam ser salvos em algum lugar, certo?

Mesmo que, aparentemente, eles estejam “dentro” do aplicativo, essas informações ocupam espaço de armazenamento do seu celular. Talvez não tanto quanto arquivos salvos diretamente na galeria, mas ainda faz uma diferença.

 

Informações em cache e outras funções de aplicativos

 

Por falar em aplicativos, é importante observar que alguns deles também passam a ocupar mais espaço de armazenamento com o tempo. Isso acontece porque algumas informações são salvas em cache, um tipo de memória temporária.

Na teoria, isso permite que a navegação daquele aplicativo seja um pouco mais rápida, já que uma parte do que já foi exibido fica “guardado”. Só que, depois de um tempo, essas informações podem se acumular e ocupar mais espaço do seu armazenamento interno.

Normalmente, aplicativos de redes sociais usam bastante esse recurso, como Facebook, Instagram e Twitter. Para ter uma ideia, veja qual o tamanho dos aplicativos originais na Google Play ou na Apple Store. Depois, veja quanto espaço o app está ocupando no seu aparelho.

Essas informações em cache podem ser excluídas do celular, uma boa maneira de liberar um espacinho de armazenamento.

Você também deve ficar atento a algumas configurações dos aplicativos. Por exemplo, o Instagram oferece a opção de salvar, no aparelho, as fotos e vídeos postados. Isso, sem dúvidas, ocupa mais espaço de memória, e pode até resultar em arquivos duplicados.

 

Mensagens e conversas

 

Sabe aquele grupo com todos os alunos do ex-colégio que recebe incontáveis memes a cada hora? Ou aquelas milhões de mensagens de “Bom Dia” que a sua tia-avó manda religiosamente desde que descobriu os GIFs fofinhos e brilhantes?

Então, tudo isso ocupa memória do celular. Acredite, os grupos do WhatsApp podem ser os responsáveis por algumas fotos que você precisou apagar para liberar espaço.

Mesmo que você selecione a opção de não salvar os arquivos recebidos, eles continuam guardados dentro do aplicativo.

Uma alternativa é não baixar automaticamente esses dados. Você pode fazer isso nas configurações do WhatsApp, por exemplo. Vá em Uso de Dados e Armazenamentos e veja as opções em Download Automático de Mídias.

Bem, isso resolve a questão com áudios, fotos, vídeos e GIFs. Mas as conversas por texto, só limpando o histórico, mesmo.

E não é só o WhatsApp! Outros aplicativos de mensagens online, como Telegram e Facebook Messenger, também salvam todas as suas conversas. Inclusive as mensagens por SMS.

Enfim, praticamente tudo o que você tem no smartphone fica guardado na sua memória interna. A dica é saber como se livrar do que não tem utilidade, e salvar apenas o que realmente importa. Deixando sempre um espaço livre, claro!

Deixe um comentário

avatar