Teste de velocidade

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Notícias

Netflix classifica público com base na porcentagem de conteúdo assistido

Métricas ajudam a decidir, por exemplo, se uma atração deve ou não ser renovada.

A Netflix, plataforma de streaming de vídeos com mais de 137 milhões de assinantes, está mais aberta em relação às suas métricas, ou seja, os números que fazem uma série, por exemplo, ser renovada ou cancelada. 

Em carta enviada ao governo do Reino Unido, a Netflix apresentou como classifica o público: iniciantes, observadores e complecionistas. O que acontece, de fato, é que a Netflix faz o rastreamento das classificações com essas três métricas com produtores e diretores e, de acordo com relatórios já feitos anteriormente, consegue decidir se é relevante ou não renovar determinada atração. 

Para que se entenda ainda melhor, os iniciantes são aqueles que assistem dois minutos de um filme ou um episódio de série. Já os complecionistas assistem 90% ou mais de um filme ou temporada. Por fim, temos os observadores, que assistem 70% de um filme ou episódio de uma série. 

Banda larga com velocidade de verdade é na Claro Net Virtua! Confira todos os planos disponíveis e os combos, que incluem telefone fixo e TV!

Plataforma indica que será cada vez mais transparente em relação às suas métricas

Recentemente, houveram alguns acontecimentos em que roteiristas e produtores expressaram descontentamento em relação às métricas da Netflix. Como a criadora de Tuca & Bertie, Lisa Hanawalt, que criticou o algoritmo da plataforma quando seu programa foi descontinuado. 

Diante dessas episódios de frustração, o CEO Red Hasting e o diretor Ted Sarandos, afirmaram, no início do ano, que a Netflix acredita ser importante que os artistas e o público entendam as métricas e que, por isso, informações relacionadas à elas serão mais vezes compartilhadas. 

Quer economizar no seu plano de celular e banda larga? Confira aqui as melhores ofertas da semana!

voltar para o top