icone office 365

R$40 de desconto no Office 365 com o cupom: CD40

Teste de velocidade

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Notícias

Mercado de smartphones na América Latina seguirá em queda por conta do coronavírus

Cenário pessimista prevê queda de até 20% na região por causa da pandemia.

A pandemia de coronavírus vem causando preocupação não apenas com relação à saúde da população mundial, mas também por causa de seus impactos econômicos. O mercado de smartphones na América Latina, por exemplo, pode sofrer retração de até 20%.

Esse é o cenário pessimista previsto pela consultoria IDC. A expectativa é que a queda no mercado de celulares fique entre 5% e 10% até o fim do ano. Já o cenário otimista manteria o mercado entre 0% e -2%.

A empresa de tecnologia da informação e inteligência de mercado afirmou ainda que a recuperação deve começar a acontecer no segundo semestre.

Países como o México, que importam celulares já montados da Ásia, podem sofrer menos, uma vez que há estoque nas fábricas. Já o Brasil pode estar entre os mais prejudicados, já que importa grande parte dos componentes para a montagem de aparelhos no país.

Vale destac ar que o mercado de celulares já vem sofrendo queda nos últimos anos. Isso se deve ao fato das fabricantes estarem trazendo poucas inovação, do valor cobrado pelos modelos ter aumentado, além de não haver novos consumidores.

Em 2019, o mercado teve retração de 1,6% na América Latina com relação a 2018, por exemplo. Contudo, no Brasil o ano foi de crescimento de 8,8%.

 

Quer garantir seu celular novo? Encontre diversos na loja da TIM e confira os descontos.

Componentes produzidos na Ásia tiveram produção interrompida

Um dos grandes motivos para a queda no mercado de celulares na América Latina é a interrupção ou diminuição da produção de diversos componentes como câmeras e processadores que, em sua maioria, vêm da China.

Para conter o avanço do coronavírus Covid-19, o país asiático fechou fábricas e determinou pausa em diversos serviços no país.

De acordo com Ricardo Mendoza, analista da IDC, houve redução de até 50% na produção e no embarque de componentes da Ásia para o restante do mundo.

Por conta disso, fabricantes como Samsung e Motorola – que devem ser mais impactadas -, já mudaram a produção para o Brasil.

 

Quer economizar no seu plano de celular e banda larga? Confira aqui as melhores ofertas da semana!

voltar para o top