Curiosidades

Ligação entre telefones fixo e móvel pode ficar mais barata

Redução das tarifas pode chegar a 1,69%. Esse é só mais um dos reajustes no preço da ligação entre telefone fixo e celular previstos pela Anatel até 2019.

Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou uma resolução para tornar mais baratas as ligações entre telefones fixos e celulares. A redução média de 0,4% foi acordada no último dia 12 de dezembro pelo Conselho Diretor da agência. Todavia, o reajuste será aplicado em chamadas locais e de longa distância de planos básicos das operadoras contempladas.

Contudo, o reajuste deve passar a valer em breve. Isso porque algumas etapas ainda precisam ser concluídas. Uma delas é a publicação da decisão no Diário Oficial da União. Além disso, as operadoras de telecomunicações (Telecom) brasileiras terão um prazo para se adequar à nova realidade.

Quando estiver em vigor, as novas tarifas vão permitir que as chamadas feitas de telefones fixos para celulares sejam mais baratas. Apesar da queda no uso de aparelhos fixos no Brasil, eles são muito representativos. Por isso, o anúncio pode trazer impacto positivo no orçamento de milhões de brasileiros.

De acordo com a Anatel, o terceiro trimestre de 2018 fechou com mais de 38,8 milhões de linhas fixas no país. Contudo, é importante levar em consideração que o serviço costuma ser usado por mais de uma pessoa, ao contrário da lógica vista nos planos de celular. No entanto, esse número representa queda de 5,6% com relação ao mesmo período em 2017.

As datas para o reajuste entrar em vigor devem ser reveladas quando a decisão for publicada no Diário Oficial.

 

Entenda como é o reajuste nas operadoras

A redução na tarifa de ligações entre telefones fixos e celulares será de 0,4% em média. No entanto, cada operadora terá um percentual de reajuste diferente. Contudo, apenas a Telefônica precisará reajustar os preços de forma que eles fiquem mais caros para o consumidor.

A decisão é válida para os planos básicos oferecidas pelas operadoras brasileiras. A Anatel é responsável por diretrizes de preço e cobertura das empresas porque elas funcionam sob concessão. Ou seja, têm permissão para explorar um serviço que é público.

Confira a seguir o detalhamento dos reajustes dos preços das ligações entre telefones fixos e celulares:

  • Algar Telecom – redução de 1,69%
  • Claro – redução de 0,9%
  • Oi – redução de 0,24%
  • Sercomtel – redução de 0,1%
  • Telefônica: aumento de 0,76%

Redução no preço das ligações não é a primeira

 

Com o avanço da tecnologia e dos serviços das empresas de Telecom no Brasil e no mundo, é natural que o preço das ligações e de outros serviços seja reduzido. Contudo, essa não é a primeira vez que é vista uma diminuição do preço das ligações entre telefones fixos e móveis no país.

Os reajustes começaram em 2014. De acordo com a Anatel, até 2019 outras reduções estão previstas. Em fevereiro de 2018, por exemplo, uma redução de até 12,75% foi aprovada para chamadas locais. Além disso, na época, a Anatel definiu que as ligações interurbanas deveriam ficar até 7,41% mais em conta para o consumidor.

Já em 2017, também no mês de fevereiro, a Anatel divulgou um reajuste ainda mais agressivo. Na época, as chamadas locais de telefones fixos para celulares chegaram a ter preço reduzido em até 19,25%. Contudo, as ligações interurbanas tiveram redução de até 12,01%.

Deixe um comentário

avatar