Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Xbox

For the King – Review

Conheça o jogo de estratégia TBS que nasceu a partir de uma campanha de crowdfunding

For the King é um game estilo TBS, ou seja, de estratégia baseada em turno. O piloto foi resultado de uma grande campanha de crowdfunding na plataforma Kickstarter. Logo depois, o game foi desenvolvido pelas empresas Curve Digital e IronOak. Ela contou com acesso antecipado para os usuários em abril de 2018. No game, os jogadores assumem o papel de três heróis que precisam salvar o reino de Fahrul; logo após a morte do rei.

Se você curte jogos de estratégia em turnos, com elementos de RPG, essa é uma boa pedida. Reunimos aqui informações sobre o For the King.

 

Garanta o Xbox Game Pass e tenha acesso ilimitado a centena de jogos, incluindo diversos títulos do Xbox 360 com retrocompatibilidade para o Xbox One!

 

História

 

For the King tem uma história muita básica, sem grandes reviravoltas. A narração é feita por personagens, como a rainha e outros membros da aristocracia de Fahrul, reino cujo o soberano fora recentemente assassinado e agora se encontra em mergulhado em meio ao caos.

Ao começar o game, os jogadores precisam cumprir tarefas passadas por um agente real, que envolvem o extermínio de um culto obscurantista, o saqueamento de uma mina de pedras preciosas e outras atividades permeadas por enfrentamentos contra os inimigos do rei. No final, o game explica que quem está por trás de morte do rei e do caos em Fahrul é um vilão a serviço do deus do caos.

 

Jogabilidade

 

O jogador controla um grupo de três personagens, que estão divididos em oito classes (mage, ranger, bardo, etc.), em missões que tem por objetivo salvar o reino descobrir o mistério por trás da morte do monarca, e pôr em prática a vingança contra os conspiradores, antes que o caos tome conta de toda Fahrul.

Os mapa é dividido por hexágonos, assim como em outro jogos de estilo TBS, onde os personagens se movem individualmente, à medida que completam suas missões. Uma característica importante é o fato do mundo evoluir ao longo da narrativa. Quanto mais o jogador consegue vencer os obstáculos, mais poderos seus inimigos se tornam.

Seguindo o estilo do jogo, o combate entre os personagens é baseado em turnos. A tarefa ou o embate são realizados pelo herói de acordo com as suas capacidades. A maioria das ações são decididas por meio da rolagem de dados de 100 lados. O jogo oferece um recurso limitado chamado “Focus”, que ajuda o personagem a reabastecer as energias depois de uma luta.

 

Gráficos

 

Os desenvolvedores do game apostaram em gráficos pixelizados para imprimir menos realismo ao jogo, ajudando a criar um atmosfera única que mistura elementos históricos, épicos, mas também um tom de fantástico e lúdico.

A direção de arte no geral passa uma sensação agradável, com cores intensas e vibrantes. A mudança de ambiente é claramente sentida por quem está no controle do jogo, pois cada cenário possui uma identidade visual única, bem marcada, com bastante riqueza de detalhes.

 

Trilha sonora

 

A música é de For the King é um dos destaques do game. Cada ambiente possui seu próprio tema, o que faz com que a trilha sonora soe pouco repetitiva. Os efeitos sonoros estão ótimos, sem exageros, com destaque para o ruído de espadas e outros tipos de arma.