Curiosidades

FlexPai: conheça o primeiro smartphone dobrável do mundo

Além da tela flexível, FlexPai conta com câmera traseira dupla e desempenho de smartphone top de linha. Conheça as especificações do primeiro celular dobrável!

Depois de muitos experimentos, a espera para saber qual fabricante seria a primeira a apresentar um celular de tela dobrável acabou. E não foi nenhuma das grandes marcas como Samsung, Apple ou Huawei. O primeiro celular com tela dobrável do mundo é da chinesa Rouyu Technology (Royole Corporation).

O chamado FlexPai ainda conta com um dos processadores mais avançados do mercado. O Snapdragon 8150 chegou para suceder o Snapdragon 845, da Qualcomm. Todavia, este último equipa smartphones top de linha como Galaxy S9, LG G7 ThinQ e Asus Zenfone 5Z.

Contudo, o FlexPai não é só o primeiro celular com tela dobrável, como também um verdadeiro top de linha. Sua tela é bem grande, de 7,8 polegadas. Além disso, conta com sistema operacional baseado no Android 9 (Pie), 8 GB de memória RAM e bateria de 3.800 mAh.

Entretanto, o smartphone ainda é um protótipo, vendido apenas em mercados como China e Estados Unidos, onde a fabricante está baseada. A seguir, conheça as especificações do FlexPai e saiba e vale a pena importar o celular da Royole.

 

FlexPai é um celular com tela dobrável que parece um tablet

No próprio site da marca, uma frase chama a atenção “FlexPai = Smartphone + Tablet”. Contudo, é possível concluir que a intenção da Royole era mesmo fabricar um aparelho híbrido, que funcionasse tanto como celular quanto como tablet.

Essa flexibilidade é ideal para quem precisa de um dispositivo para trabalhar, por exemplo. A tela grande, de 7,8 polegadas, facilita a digitação e a visualização de conteúdo. Dobrando o modelo, fica mais parecido com um celular, sendo ideal para o dia a dia.

Entretanto, é importante observar que o FlexPai é um celular com tela dobrável na proporção 4:3 com a tela estendida. Esse é um desenho bem diferente do visto em outros modelos, que costumam ter 16:9. Aliás, hoje em dia muitos smartphones já contam com proporção mais alongada e fácil de segurar com uma só mão, a 18:9.

Contudo, a tecnologia usada no display é a AMOLED. Ela é conhecida por oferecer imagens brilhantes e com cores vivas. Além disso, o FlexPai tem resolução Full HD (1.920 x 1.440 pixels). O resultado é uma densidade de 308 pixels por polegada (ppi). Apesar de não ser uma das mais altas do mercado, deve ser satisfatória.

Ao dobrar a tela, é possível ter acesso ao chamado “Edge Display”. Ele fica bem na dobradura e tem resolução de 390 x 1.440 pixels em formato 21:6. Ali, são exibidas mensagens de e-mail recebidas ou mesmo chamadas, que podem ser aceitas ou recursadas.

Todavia, um ponto importante sobre a tela é que a marca afirma ser ultrarresistente. Assim, é possível dobrar e desdobrar o display sem medo de trincá-lo, por exemplo. De acordo com a Royole, ele pode ser dobrado cerca de 200 mil vezes, o que deve cobrir toda a vida útil do modelo.

 

Desempenho do FlexPai promete ser avançado

 

Além do já citado processador top de linha da Qualcomm, o FlexPai conta com outras especificações avançadas. Todavia, seu chip é octa-core de até 2,8 GHz. Já a memória RAM é de 8 GB, que é uma quantidade bastante elevada.

No armazenamento, há opções com 128 GB e 256 GB. Contudo, o espaço pode ser expandido em até 256 GB com um cartão de memória microSD. Já o desbloqueio de tela pode ser feito por meio do leitor de impressões digitais.

Quanto ao sistema operacional usado no FlexPai é o chamado Water OS. Ele foi criado com base no Android 9 (Pie) para atender as necessidades específicas do aparelho com tela dobrável. Contudo, deve ter usabilidade similar a que usuários de celulares Android estão acostumados.

 

Câmera traseira dupla também é destaque no FlexPai

 

Na parte de trás, o FlexPai conta com um sensor duplo que deve ser capaz de fazer boas imagens. Um deles tem 20 megapixels e, o outro, 16 megapixels. Além disso, a abertura é f/1.8, que é um bom número em comparação com modelos avançados de outras marcas.

 

Bateria deve durar o dia inteiro no FlexPai

 

Com capacidade de 3.800 mAh, a bateria do FlexPai deve ser capaz de aguentar um dia inteiro de uso. A quantidade é superior a de outros smartphones avançados, como o Galaxy S9 (3.000 mAh), por exemplo.

Contudo, é importante levar em consideração que a tela maior do FlexPai também deve ser a responsável pelo consumo mais rápido da bateria.

Entretanto, a marca promete um carregamento 40% mais rápido, além de eficiência acima de 94%. Outros pontos importantes sobre esse aspecto é que o FlexPai deve ser seguro. Pelo menos é o que afirma a Royale, que promete manter o celular sempre frio.

 

Quanto custa o FlexPai?

 

Vendido, por enquanto, na China e nos Estados Unidos, o FlexPai pode ser comprado por 9 mil yuan ou 1.300 dólares, respectivamente. O valor, equivale a mais de R$ 5 mil em conversão direta e sem considerar impostos nacionais.