Teste de velocidade

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Review

Creature in the Well – Review

Jogo traz puzzles com elementos de pinball.

Criativo, mas diferente do visto em outros games, Creature in the Well agrada a quem gosta de jogos de exploração, mas também curte o conceito de games de pinball. Ele está disponível para Xbox One, PC e Nintendo DS.

Logo no início, ele se parece mais com uma exploração clássica, em que é preciso resolver puzzles acompanhado por uma câmera aérea. No entanto, o calabouço é cheio de desafios inspirados em máquinas de pinball, o que torna o game bastante divertido.

Garanta o Xbox Game Pass e tenha acesso a mais de 100 jogos e ofertas imperdíveis. Assine online agora mesmo!

Creature in the Well se passa em planeta extraterrestre

O game se passa na cidade de Mirage, em um planeta extraterrestre. Ela foi tomada por uma tempestade de areia que não tem fim, graças às alterações no clima do planeta.

A solução para viver nesse lugar foi a construção de uma máquina dentro de uma montanha. No entanto, uma criatura aparece e começa a atacar todos os robôs responsáveis pela construção da estrutura.

No entanto, depois de alguns anos, BOT-C, o último robô sobrevivente, desperta e parte para reativar a máquina em uma missão solitária e cheia de desafios.

Tais desafios são os puzzles, que precisam ser completados para restabelecer a energia e os sistemas da máquina.

Em suas missões, BOT-C usa um bastão que energiza esfera e as lança em estruturas desativadas nas salas da máquina.

É então que aparecem os elementos de pinball. Há bumpers, barreiras, canhões e outras estruturas que atrapalham as bolas de chegarem aos locais indicados.

Cada uma das salas visitadas apresenta um puzzle diferente. Paletas de cores distintas são usadas para marcar a mudança de um ambiente para o outro. 

Os tons fortes lembram os usados em histórias em quadrinhos, o que torna o game bonito e agradável de se ver. Contudo, a disposição dos objetos é parecida em todas as salas.

Game é rápido e requer precisão em diversos momentos

A variação dos estilos de pinball chama a atenção em Creature in the Well, o que pode ajudar o game a não ficar cansativo e monótono. Em algumas situações, há ângulos inusitados e difíceis para rebater a bolinha e completar o quebra-cabeça.

Além disso, há diversas bolas na tela ao mesmo tempo, o que torna Creature in the Well um jogo bem rápido e que requer atenção e concentração.

Para facilitar, há tacos que mudam as habilidades do robô controlado pelo jogador. Dá para adicionar, por exemplo, uma mira laser. Além disso, há a possibilidade de recuperar vida quando bolas lançadas por inimigos são detidas.

Isso sem falar na câmera lenta, que ajuda muito a ter mais precisão no lançamento das bolas. Os tacos podem servir ainda para ajudar a desvendar os puzzles propostos em Creature in the Well.

Há ainda outros objetos, que podem ser encontrados em salas escondidas, como é o caso de capas. Outro ponto interessante no game é a possibilidade de explorar a cidade de Mirage, ainda que não haja muito para se ver.

Um ponto que pode ser ruim no jogo são os enigmas, que podem ser entediantes em alguns momentos, já que a mecânica não é muito variada.

O que também pode desanimar os jogadores é que a progressão do jogo não é muito balanceada, combinando fases muito fáceis com outras extremamente difíceis. 

Os níveis mais complicados são aqueles que exigem muita precisão e velocidade. A dificuldade está, principalmente, na mira imprecisa de Creature in the Well.

voltar para o top