Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Smartphones

Conheça o Redmi Note 7 e Note 7 Pro, o primeiro celular da Redmi como marca independente da Xiaomi

Redmi Note 7 e Note 7 Plus são celulares intermediários com câmera dupla de 48 megapixels. Veja mais especificações dos celulares da submarca da Xiaomi.

No início de janeiro de 2019, a fabricante chinesa Xiaomi anunciou o primeiro celular da sua marca independente. Note 7 e Note 7 Plus fazem parte do portfólio Redmi, nova submarca da Xiaomi. O movimento é parecido com o feito pela conterrânea Huawei, que tem uma submarca chamada Honor.

Contudo, a estratégia é para oferecer aparelhos a preços mais acessíveis e com alta qualidade. Além disso, os novos celulares Redmi devem concentrar as vendas no comércio eletrônico.

Todavia, os celulares da Xiaomi passam a ser modelos mais avançados, como os top de linha, com foco na venda em lojas físicas.

O grande destaque dos Redmi Note 7 e Note 7 Plus é a câmera de 48 megapixels. Todavia, é uma quantidade bastante acima da média. A novidade parece ter agradado.

A pré-venda chegou a sair do ar por causa da alta procura. Além disso, os modelos do primeiro lote foram vendidos em apenas 8 minutos e 36 segundos!

Ambos celulares intermediários, Note 7 e Note 7 Plus não têm expectativa de lançamento no Brasil.

Curioso para saber como são os novos celulares Redmi? Confira as especificações do Note 7 e do Note 7 Plus a seguir.

Compre o seu celular na loja online da TIM e economize muito ao contratar um plano de internet junto!

 

Tela grande com alta resolução

Resultado de imagem para redmi note 7

Para começar, Redmi Note 7 e Note 7 Plus contam com tela do mesmo tamanho. São 6,3 polegadas com alta resolução Full HD+ (2.340 x 1.080 pixels). Todavia, o display conta com a tecnologia IPS, conhecida por deixar as imagens mais nítidas e oferecer cores próximas da realidade.

Os modelos contam com proporção 19,5:9. Contudo, são mais estreitos do que celulares mais antigos, que eram 16:9. Sendo assim, Redmi Note 7 e Note 7 Plus são mais fáceis de serem usados com uma só mão.

Outro ponto interessante é o aproveitamento de tela, que é de mais de 81%. Todavia, os telefones da submarca da Xiaomi quase não têm bordas em volta da tela.

Também sobre a parte da frente, eles contam com o polêmico notch. Esse é o nome usado para a parte acima da tela que abriga a câmera frontal e fica “ilhada” entre o display. No entanto, ele é em formato de gota, diferentemente do visto em aparelhos como o iPhone X.

Os dois modelos de smartphone Redmi são vendidos em cores como preto, azul e rosa. Contudo, as duas últimas são em um tipo de degradê, semelhante ao visto em celulares da submarca da Huawei, a Honor.

 

Câmera dupla de 48 megapixels chama a atenção

 

Uma das principais características dos Note 7 e Note 7 Plus da Redmi é a câmera traseira. Além deles serem celulares com câmera dupla, ela ainda pode fotografar com até 48 megapixels. Contudo, o segundo sensor é de 5 megapixels.

Todavia, os aparelhos são capazes de fazer imagens do fundo desfocado, função chamada de Modo Retrato pela Apple em modelos como iPhone XS, por exemplo.

No entanto, esse é um dos quesitos que diferencia os modelos Redmi Note 7 e Note 7 Plus. Isso porque o primeiro conta com sensor fabricado pela Samsung. Já o segundo abriga câmera da Sony, com especificações superiores. A Sony, inclusive, é bastante conhecida por seus sensores de alta qualidade.

Além disso, os Redmi Note 7 e sua versão Plus fazem imagens de até 12 megapixels em ambientes escuros.

 

No desempenho, Note 7 e Note 7 Plus são intermediários

 

Quando o assunto é hardware, não resta dúvida que Redmi Note 7 e Note 7 Plus são celulares intermediários. Eles rodam com processador octa-core Snapdragon 660, que roda com velocidade de até 2,2 GHz.

Entretanto, esse chip não é o mais recente da série 6 da Qualcomm. Porém, deve apresentar bom desempenho na maioria das tarefas, incluindo a execução de alguns jogos.

No entanto, memória RAM e armazenamento podem variar de acordo com o modelo. Um deles tem 3 GB de memória RAM e 32 GB de armazenamento. Outro tem 4 GB de RAM e 64 GB de espaço interno. Já a versão mais poderosa conta com 6 GB de RAM, 64 GB de armazenamento.

Redmi Note 7 e Note 7 Plus saem de fábrica com Android 9 (Pie). Além disso, eles contam com entrada para dois chips. Dessa forma, é possível usar os serviços de duas operadoras de telefonia móvel ao mesmo tempo.

 

Bateria deve ter longa duração nos Redmi Note 7 e Note 7 Plus

 

Por fim, uma característica em comum aos dois modelos e que pode agradar a muita gente é a bateria. Ambos têm capacidade de 4.000 mAh. A quantidade deve ser suficiente para um dia inteiro de uso moderado.

Contudo, para facilitar, eles contam com carregamento rápido de 18 W, que é superior ao que a Motorola costuma oferecer (15 W), por exemplo.