Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Comparativos

Comparativo: Galaxy A50 vs Xiaomi Mi A3

Em comum, celulares intermediários têm câmera tripla.

Com design e preço semelhante, Galaxy A50 e Mi A3 são dois celulares intermediários bons para quem está atrás de modelos com custo-benefício interessante.

Um dos destaques em ambos os smartphones é que têm câmera tripla. Isso sem falar na câmera frontal com uma boa quantidade de megapixels, favorecendo as selfies.

Confira a seguir as diferenças e semelhanças entre Samsung Galaxy A50 e Xiaomi Mi A3 no comparativo de ficha técnica.

 

Garanta seu iPhone ou smartphone Android com descontos exclusivos na loja da TIM! Acesse já e aproveite!

Telas grandes dos dois lados, mas com melhor resolução no Galaxy A50

Uma semelhança entre o Galaxy A50 e o Mi A3 é o design, ambos contam com corpo mais alongado, poucas bordas em volta da tela, além de notch em formato de gota para aumentar o aproveitamento frontal.

No entanto, o tamanho dos displays é um pouco diferente. Com 6,4 polegadas, o Galaxy A50 pode ser a melhor escolha para quem está atrás de um celular com tela grande. Contudo, o Xiaomi Mi A3 não fica muito atrás, com 6,08 polegadas.

Porém, uma vantagem do celular Samsung é a resolução Full HD+ (1.080 x 2.340 pixels). Seu rival Xiaomi Mi A3 traz definição menor, HD+ (720 x 1.560 pixel).

Dessa maneira, a densidade de pixels é maior no Galaxy A50: 403 pixels por polegada (ppi), contra 283 ppi do smartphone da Xiaomi.

Os dois smartphones contam com proteção Gorilla Glass na tela, evitando arranhões e outros danos.

Desempenho dos modelos pode ser parecido

Tanto o Galaxy A50 quanto o Mi A3 devem aguentar bem a maioria das tarefas, incluindo alguns jogos. Isso porque ambos contam com desempenho intermediário e têm até algumas características em comum, como a memória RAM de 4 GB.

Contudo, os processadores escolhidos são diferentes. No Xiaomi Mi A3 o chip é o Snapdragon 665, da Qualcomm. Ele é octa-core de até 2 GHz de velocidade.

Do outro lado, Galaxy A50 é equipado com processador da própria Samsung, o Exynos 9610. O modelo também é de oito núcleos, mas roda a até 2,3 GHz.

Ambos os celulares comparados contam 64 GB de armazenamento. Outro ponto em comum é a compatibilidade com cartão de memória microSD. No entanto, no celular da Xiaomi é de até 256 GB, enquanto no modelo da Samsung é de até 512 GB.

O quesito bateria também é bastante parecido, pelo menos em termos de capacidade. São 4.000 mAh no Galaxy A50 e 4.030 mAh no Mi A3.

No entanto, uma das vantagens do Galaxy A50 é que tem TV digital. Assim, é possível sintonizar canais abertos onde quiser.

Câmera tripla é vantagem dos dois smartphones

Para quem gosta de fotografar com o celular, tanto o Galaxy A50 quanto o Xiaomi Mi A3 podem agradar. Isso porque ambos têm câmera tripla. É graças ao conjunto de sensores que os smartphones conseguem fazer imagens em ângulo ampliado (ultra-wide) ou com fundo desfocado, o chamado Modo Retrato.

Contudo, elas são diferentes. No Mi A3 os sensores são de 48 megapixels, 8 megapixels e 2 megapixels. Suas aberturas são f/1.7 e f/2.2. Já a câmera frontal é de 48 megapixels com abertura f/2.0, o que chama a atenção no modelo, uma vez que essa quantidade de megapixels não é comum.

No caso do Samsung Galaxy A50, as lentes são de 25 megapixels, 5 megapixels e 8 megapixels (f/1.7, f/2.2 e f/2.2). Quanto à câmera frontal, é de 25 megapixels com abertura f/2.0.

O modelo da Xiaomi pode levar vantagem quando o assunto é a gravação de vídeos. Isso porque ele faz imagens com a resolução 4K, enquanto o Galaxy A50 filma em Full HD. Outro destaque do modelo da Xiaomi é a captura de vídeos em slow motion com até 240 quadros por segundo (fps).

Confira os preços do Galaxy A50 e do Xiaomi Mi A3

O Galaxy A50 chegou ao Brasil em abril de 2019 custando R$ 1.999. Contudo, já pode ser encontrado em lojas online por cerca de R$ 1,4 mil. 

Já o concorrente Xiaomi Mi A3 não foi lançado oficialmente no Brasil, mas pode ser comprado em lojas de importação por aproximadamente R$ 1,2 mil. Contudo, vale destacar que, nesse caso, o smartphone pode não ter garantia por não ser comercializado no país de maneira oficial.