Dicas

Como se proteger de golpes no WhatsApp

Confira 5 importantes dicas para se proteger de golpes no WhatsApp para evitar que seu celular pegue vírus ou que seus dados pessoais fiquem expostos.

Em janeiro de 2019, o WhatsApp se tornou o aplicativo mais usado no mundo. A estimativa é que sejam cerca de 200 milhões de pessoas usando o app para se comunicar.

No entanto, essa popularidade também chama a atenção de cibercriminosos, que estão sempre em busca de novas vítimas. Porém, existem algumas maneiras de se proteger de golpes no WhatsApp. Contudo, a maioria delas depende do bom senso e da observação dos usuários.

Notícias falsas e links contendo supostas promoções ou cupons estão entre as alternativas mais usadas para aplicar golpes no WhatsApp. A seguir, veja algumas dicas para proteger seus dados e seu smartphone de vírus e outros golpes.

 

Na loja da TIM você encontra celulares com preços especiais e pode contratar planos para usar o WhatsApp sem descontar da franquia. Confira!

 

1. Usuários que dizem falar em nome do WhatsApp

O próprio WhatsApp alerta para esse tipo de mensagem falsa, que pode culminar em um golpe contra os usuários. Se alguém disser a você que está falando em nome do WhatsApp, desconfie.

Nesse caso, o se pode fazer é ignorar a mensagem, caso você não tenha o remetente em sua agenda. Além disso, você pode marcar essa mensagem como spam no próprio aplicativo ou mesmo bloquear esse número.

Geralmente, essas mensagens vêm com instruções para que você evite punições no WhatsApp, por exemplo. Pode ser que tenha algum link e peça para que a mensagem seja compartilhada.

Muita gente, querendo evitar ficar sem o acesso ao WhatsApp, acaba caindo nesse golpe. No entanto, é importante lembrar que a equipe do aplicativo não envia mensagens privadas a seus usuários.

 

2. Mensagens pedindo para encaminhar informações

 

Uma das maneiras de se proteger de golpes no WhatsApp é tendo cuidado com o conteúdo que recebe de outros usuários, sejam eles contatos ou não. Uma das formas mais comuns de espalhar um golpe é criando uma mensagem e pedindo para que ela seja encaminhada para outros contatos.

Muitas vezes, ao clicar no link da mensagem, ela é compartilhada automaticamente com os seus contatos, o que pode ser perigoso.

Contudo, você pode pesquisar na internet para saber se aquela mensagem tem conteúdo verdadeiro, por exemplo. Além disso, fique atento ao indicador “Encaminhada”, que é exibido nas conversas toda vez que um usuário envia uma mensagem por meio do encaminhamento.

Isso quer dizer que ele não é o autor daquele conteúdo. Portanto, mesmo que você confie na pessoa que está encaminhando a mensagem, mantenha o pé atrás por não conhecer a verdadeira origem daquele texto.

 

3. Links encurtados ou falsos

 

Os links encurtados costumam aparecer nesse tipo de mensagem que tem um pedido para que seja encaminhada. No entanto, você só sabe como é realmente o link quando clica nele e ele é aberto no navegador.

Portanto, você nunca sabe se aquele é um link verdadeiro, ou se está prestes a cair em um golpe no WhatsApp. Sendo assim, desconfie quando receber uma mensagem com link encurtado, principalmente se ela for encaminhada de outro remetente.

Outra dica para evitar golpes no WhatsApp é ficar atento aos links que recebe. Mesmo que eles não estejam encurtados, podem ter sido modificados de forma sutil para que você pense que são verdadeiros.

Tente ler com atenção os caracteres do link para tentar identificar algo estranho ou errado. Ou, se preferir, procure no Google pelo conteúdo da mensagem e tente acessar por meio do buscador, que oferece mais segurança na exibição dos resultados.

 

Informe Publicitário
Tim

Melhor oferta

100MB

serviços digitais

Serviços Tim
A partir de
R$
117,00

por
mês

Vivo

Melhor oferta

100MB

serviços digitais

Vivo
A partir de
R$
129,99

por
mês

Oi

Melhor oferta

25MB

serviços digitais

Serviços Oi
A partir de
R$
114,90

por
mês

Net

Melhor oferta

120MB

serviços digitais

Serviços Net
A partir de
R$
99,00

por
mês

 

4. Brindes, presentes, cupons e outros serviços gratuitos

 

Essa dica para evitar golpes do WhatsApp é, basicamente, desconfiar de tudo que parece bom demais. Lojas oferecendo cupom de desconto, brindes, presentes, assinaturas gratuitas e outros serviços e itens podem ser usados para chamar a atenção dos usuários.

Esse tipo de mensagem pode viralizar rapidamente, como aconteceu com o Boticário em 2018. No entanto, o ideal é sempre desconfiar, principalmente quando forem pedidos dados pessoais e até mesmo de cartão de crédito para obter certa vantagem.

Se você receber uma mensagem desse tipo, mais uma vez, tente usar o Google para descobrir se é verdadeira. Além disso, você pode entrar em contato com a própria loja ou empresa para verificar se a promoção existe mesmo.

 

5. Notícias de caráter duvidoso

 

Notícias falsas, chamadas também de fake news, podem se espalhar rapidamente pela internet. Isso torna seu controle um pouco mais difícil. No entanto, cada usuário pode fazer a sua parte quando encontrar esse tipo de mensagem.

Links com notícias que parecem mentira, ou que trazem título com opiniões ou adjetivos podem não ser reais. Muitas vezes, as fake news são usadas não só para dar golpes no WhatsApp com a intenção de infectar o smartphone com vírus ou roubar dados dos usuários.

Contudo, essas notícias podem servir ainda para influenciar as pessoas a fazerem o que o remetente espera. Portanto, tome cuidado para não ser manipulado pelas fake news.

 

O que fazer quando detectar que um usuário está mal-intencionado?

 

Se você receber uma mensagem de um contato que não está na sua agenda, tem a opção de denunciar como spam. Essa alternativa aparece logo abaixo da mensagem.

No entanto, caso um conhecido esteja espalhando notícias falsas ou links duvidosos, não clique em nada e apague a mensagem. Fale com a pessoa sobre o encaminhamento de mensagens que podem não ser verdadeiras e alerte para evitar que ela caia em algum golpe no WhatsApp.

Contudo, se sentir necessidade, o próprio aplicativo pode receber denúncias sobre usuários. Assim, a equipe do WhatsApp pode trabalhar para identificar o que está acontecendo e, se preciso for, banir ou punir aquele usuário por seu comportamento infringir os termos de uso do app.