Internet Banda Larga

Como funciona a Internet Fibra Ótica? Vantagens e Desvantagens

A internet fibra ótica conta com velocidades ainda maiores de conexão, além de maior estabilidade em relação à conexão DSL. Veja como funciona a internet ótica.

Você já deve ter ouvido falar em internet por fibra ótica. Afinal, ela vem se popularizando com a ampliação da cobertura para cada vez mais cidades brasileiras, através dos provedores de banda larga. Mas, afinal, você sabe como funciona a internet fibra ótica?

Basicamente, nesse tipo de conexão os dados são transformados em luz e enviados através de cabos de fibra ótica. Essa tecnologia permite ao usuário navegar em uma internet mais rápida e mais estável. Nas linhas a seguir, saiba mais detalhes sobre como funciona a internet fibra ótica e conheça suas vantagens e desvantagens.

Como funciona a internet fibra ótica 

O segredo da velocidade da conexão da internet por fibra ótica está, basicamente, no cabo utilizado. Ao contrário do cobre, usado em conexões DSL, os cabos de fibra ótica permitem maior largura de banda, levando a conexão a locais mais distantes sem perda de qualidade ou instabilidade.

Isso porque esse tipo de conexão não usa eletricidade na transmissão, como acontece no caso da internet por fio de cobre. Na internet fibra ótica, o sinal é transformado em luz para então ser enviado através do cabo, sendo capaz de alcançar frequências muito maiores. Essa conversão pode ser feita por laser (fibra monomodo) ou LED (multimodo).

No primeiro caso (monomodo), só é possível trabalhar com um sinal por vez, já que existe só uma fonte de luz. A vantagem é que isso pode ser feito para longas distâncias (até 80 km), sem que haja perda na qualidade.

Já no caso da fibra ótica multimodo, há a troca de diversos sinais ao mesmo tempo. Esse tipo é mais barato e recomendado para redes domésticas. Mas deve ser usado apenas em curtas distâncias, de cerca de 300 metros, no máximo.

E para que essa luz viaje até os usuários, levando sinal de TV por assinatura e internet rápida, são necessárias várias camadas muito importantes para o o funcionamento dos cabos de fibra ótica.

À primeira vista, eles podem se parecer com um cabo de rede comum, já que também precisam ser revistos com plástico para proteger as demais camadas.

Na parte de dentro, os cabos de fibra ótica contam ainda com uma fibra de fortalecimento, mais um revestimento chamado de coating, uma camada de refração (cadding) e o núcleo, feito em vidro.

A primeira camada, a fibra de fortalecimento, serve justamente para proteger a fibra de vidro, evitando que o cabo torça ou dobre com facilidade, o que quebraria as fibras e resultaria no interrompimento da troca de sinal. No segundo revestimento, a função principal é proteger a fibra de vidro da luz natural, o que também poderia prejudicar o fluxo de dados.

Já a camada de refração é a responsável pela transmissão dos feixes de luz, de maneira que eles se mantenham intactos durante todo o percurso. E, enfim, o núcleo é formado por vidro e tem como missão transmitir os pulsos de luz.

Vantagens e desvantagens da internet por fibra ótica 

Como já citado, as principais vantagens da internet por fibra ótica são a estabilidade e a velocidade superior a oferecida pelos cabos de cobre.

Para você ter uma ideia, a conexão por meio de cabos de cobre pode chegar a cerca de 10 Mbps, enquanto a internet fibra ótica chega a 10 Gbps! Uma diferença muito grande, principalmente quando levada em consideração a velocidade de download, de mais ou menos 1,25 MB/s na internet por cabo de cobre, de aproximadamente 1.280 MB/s na conexão por fibra ótica.

Tudo bem que a conexão de 10 Gbps não é comum ainda. Operadoras como Vivo e Net costumam oferecer no máximo 300 Mbps ou 200 Mbps para pessoas físicas, por exemplo, o que ainda é bem abaixo do real potencial da fibra ótica.

No entanto, sua popularização é mais uma vantagem, já que, atualmente, as grandes operadoras de telefonia e banda larga já oferecem pacotes de conexão por fibra ótica, pelo menos nas principais cidades e bairros do Brasil. Aos poucos, a tendência é que a alta velocidade alcance ainda mais pessoas.

Além disso, os cabos de fibra ótica ocupam menos espaço do que os de cobre, e sua matéria prima (sílica) pode ser encontrada com mais facilidade na natureza do que o cobre. Já a estabilidade é maior por não sofrer interferências eletromagnéticas, como no caso dos fios de cobre.

Agora, uma desvantagem da internet fibra ótica é que custa mais caro que a convencional, por cabos de cobre. Isso porque os custos para a fabricação dos cabos é maior, assim como a instalação do sistema, que exige um processo mais tecnológico.

Na tentativa de economizar, alguns fornecedores podem deixar de proteger a fibra de vidro da maneira adequada, até mesmo dispensando o encapsulamento. Sem a proteção correta, os cabos se tornam frágeis e podem se quebrar, prejudicando a conexão com a internet.

Porém, quando fabricados de maneira correta – o que geralmente acontece -, os cabos de fibra ótica apresentam maior durabilidade, principalmente pelo fato do cobre ser um metal, que oxida e sofre alterações com as mudanças de temperatura.

Deixe um comentário

avatar