Internet Banda Larga

Como funciona a franquia de download e velocidade da internet

Descubra como funcionam e quais as diferenças entre franquia de download e velocidade da conexão da internet banda larga.

Quer entender como funciona a franquia de download e a velocidade da internet banda larga? Bom, para começar, são dois assuntos distintos, que vamos explicar mais à frente.

Para contextualizar, é preciso lembrar que a franquia de internet foi polêmica em 2016, quando a Vivo resolveu se juntar à Net e oferecer pacotes de internet fixa com limite de consumo de dados, incluindo limitações na quantidade de downloads e uploads.

Apesar da Net já adotar esse modelo desde 2004, muitas pessoas se opuseram à adesão de outras operadoras, fazendo com que a Agência Nacional de Telecomunicações se posicionadas a favor dos consumidores.

A decisão cautelar da Anatel foi anunciada em 2016, prevendo que as operadoras poderiam começar a limitar o uso de dados da internet fixa após cumprirem algumas exigências. Uma delas seria a comparação de preços, além da possibilidade de acompanhar o consumo do pacote. No entanto, até o momento não houve um consenso sobre o funcionamento da franquia de dados, que segue proibida pela Anatel.

Se, por um lado, as operadoras afirmam que o modelo de franquia permitiria oferecer melhores serviços, a preços menores, por outro, os clientes, órgãos de defesa do consumidor e outras entidades desconfiam dessa promessa e não querem passar a ter essa preocupação com o consumo da franquia de download.

Um dos receios é que aconteça como no caso do início da cobrança de bagagens em viagens de avião. A medida previa a diminuição dos preços das passagens aéreas, o que não aconteceu.

Por enquanto, os planos de internet banda larga seguem sendo vendidos no Brasil de acordo com a velocidade de conexão que oferecem.

Em comparação com outros países, poucos são os que permitem limitar a franquia de dados, entre eles estão Estados Unidos e Canadá. Já na Alemanha, é permitido diminuir a velocidade quando o cliente atingir o limite de dados contratado.

Quer saber mais sobre a franquia de download e a velocidade da conexão, entender suas diferenças e saber como funcionam no Brasil? Acompanhe a leitura.

White Switch Hub Turned on

O que é a franquia de dados da internet banda larga?

A franquia de dados na internet fixa funciona, basicamente, como em um celular. Fazendo uma comparação com os planos de internet móvel, o usuário contrata um pacote em que está prevista uma quantidade limitada de dados para serem usados, geralmente, no período de um mês.

Caso os dados sejam consumidos antes do término dos 30 dias, a operadora pode simplesmente cortar a internet do cliente. No entanto, algumas empresas apenas diminuem a velocidade de navegação, permitindo assim que o usuário ainda possa usar a internet.

No caso da franquia de dados na internet banda larga funciona exatamente assim: o cliente contrata um plano com uma determinada velocidade, que está atrelada a uma quantidade de dados que pode ser consumida naquele mês com downloads e uploads. Quando chega ao fim, a empresa pode deixar de fornecer a conexão ou diminuir a velocidade de navegação.

Vale lembrar que todas as atividades realizadas através da internet implicam no uso de dados. Seja na hora de abrir um e-mail, assistir a um vídeo, usar aplicativos de mensagens, redes sociais, ou até jogar online.

Atualmente, a Anatel permite a franquia de dados apenas para provedores com até 50 mil clientes. Operadoras maiores, como GVT, Vivo, Net, TIM e Oi não podem cortar a internet e nem diminuir a velocidade da conexão dos usuários.

Porém, a discussão sobre a adoção desse modelo de negócio segue sendo levantada pelas operadoras brasileiras, que têm muito interesse na franquia de downloads para limitar o consumo e ter mais controle sobre a operação.

Qual é a diferença entre a franquia de downloads e a velocidade?

Agora que você já sabe o que é a franquia de dados da internet banda larga, é a hora de entender a sua diferença para a velocidade da conexão.

Enquanto a franquia limita a quantidade de dados que são trocados, a velocidade é a responsável por dizer o quão rápido esses dados serão trafegados. Mais uma vez comparando com um plano de internet móvel, a velocidade da internet banda larga, que é medida em megabits ou gigabits, equivale à velocidade 3G, 4G ou 5G do celular.

Hoje em dia, os planos de internet banda larga são vendidos de acordo com a velocidade que oferecem. Isso quer dizer que você contrata o pacote que vai atender melhor as suas necessidades, seja ele de 5 MB ou até de 300 MB, no caso do Vivo Fibra, o plano de internet por fibra ótica da operadora, por exemplo. Quanto maior esse número, mais veloz será a conexão.

Na hora de contratar um pacote de internet fixa, é preciso levar em consideração o uso que será feito da conexão, para então definir qual é a velocidade mais adequada.

Segundo as regras da Anatel, grandes operadoras, como Net e Oi, são obrigadas a entregar ao menos 40% da velocidade contratada pelo cliente, em medicações isoladas. Na média do mês, essa porcentagem deve ser de pelo menos 80% da velocidade acordada.

Quando o assunto são os provedores pequenos, as regras são diferentes. Eles devem fornecer uma velocidade fixa, e sem variações.

Deixe um comentário

avatar