Blog

Como fazer uma reclamação no Reclame Aqui

Teve um problema com uma empresa ou marcar e quer saber como fazer uma reclamação do Reclame Aqui? Conheça a plataforma e veja o passo a passo.

O Reclame Aqui é um site brasileiro criado para que os consumidores possam expor suas queixas com relação a marcas e empresas, de maneira que elas se sintam pressionadas a responder seus clientes. Mas você sabe como fazer uma reclamação no Reclame Aqui?

O uso da plataforma é bastante simples e pode ser feita por qualquer brasileiro maior de idade. No entanto, o Reclame Aqui afirma que não devem ser postadas reclamações sobre pessoas físicas ou de cunho político. Outras recomendações são feitas quanto ao uso de palavras de baixo calão e a divulgação de dados pessoais.

Para saber mais, confira o passo a passo de como fazer uma reclamação no Reclame Aqui. Mas, antes disso, é bom que você conheça um pouco mais sobre a plataforma.

Segundo o Reclame Aqui, mais de 90% dos consumidores brasileiros usam o site para pesquisar sobre a reputação de uma marca ou empresa na hora da consideração de compra. Isso quer dizer que tudo o que você escrever lá será levado em conta por outras pessoas.

Por isso mesmo, o Reclame Aqui afirma que o site já é uma das maiores fontes de informação sobre consumo em todo o mundo! Quer contribuir para esse banco de dados e ainda resolver o seu problema com uma empresa específica? Veja como fazer uma reclamação do Reclame Aqui.

Afinal, como fazer uma reclamação no Reclame Aqui?

Você pode se cadastrar como pessoa física ou como pessoa jurídica. Neste passo a passo, vamos nos ater apenas ao primeiro caso.

Para começar, é preciso fazer um cadastro no site. O formulário deve ser preenchido com informações pessoais, como nome, CPF, telefone e e-mail. De acordo com o Reclame Aqui, esses dados não são divulgados para terceiros, e o CPF se faz necessário para barrar cadastros falsos, além de facilitar o contato com a empresa ou marca que você estiver reclamando.

Apenas a empresa envolvida terá acesso a esse dado, além do Reclame Aqui. Então, fique sabendo que sempre que mencionar uma marca em uma queixa, ela terá acesso aos seus dados, justamente com a finalidade de te identificar e entrar em contato diretamente para tentar resolver seu problema ou tirar suas dúvidas.

Além disso, é possível fazer o login usando a conta do Facebook. Vale lembrar que, para se cadastrar, é preciso ser brasileiro e ter mais de 18 anos.

Depois, é preciso clicar em “Reclamar”, no menu superior do site. Em seguida, use o campo de busca para encontrar a marca da qual quer reclamar e clique em “Buscar”. Caso ela não esteja cadastrada na plataforma, é possível pedir para que o Reclame Aqui faça a inclusão clicando em “Não encontrou a empresa?”.

Clique na empresa desejada e preencha o formulário com as informações necessárias, como o número do pedido, caso haja. Você vai precisar descrever a sua reclamação em um texto. O Reclame Aqui recomenda que o detalhamento do ocorrido seja feito com a maior quantidade de dados possível, de maneira clara e objetiva, para facilitar o entendimento e a busca por uma solução por parte da empresa.

Porém, é muito importante que esse texto corrido não contenha nenhuma informação pessoal do cliente, como CPF ou telefone. Isso porque todo o texto é publicado na íntegra, e inclusive é indexado no Google de maneira automática.

Ou seja, ao colocar o seu CPF em uma reclamação no Reclame Aqui, ele se torna público, e qualquer pessoa poderá ter acesso. No entanto, o Reclame Aqui disponibilza um canal em que o usuário pode sinalizar que seus dados foram expostos para que a ferramenta suprima essas informações da mensagem que foi escrita, sem que ela precise ser tirada do ar.

Outra dica é ficar atento a palavrões ou termos de baixo calão, que também podem ser suprimidos no filtro automático do Reclame Aqui. E, claro, vale o bom senso: reclame apenas de marcas ou empresas com que você teve algum vínculo, comprando um produto ou utilizando um serviço que não te deixou satisfeito.

Assim que você conclui a reclamação, a empresa recebe uma notificação e, a partir daí, cabe a ela tomar as devidas providências, seja entrando em contato com você ou respondendo à reclamação feita na plataforma. Para pressionar as marcas, o Reclame Aqui recomenda o compartilhamento das queixas nas redes sociais.

Depois de um tempo, você poderá avaliar o atendimento da empresa. Essa nota é levada em consideração para a formação da reputação da empresa, exibida pelo Reclame Aqui. O cálculo desse conceito é feito de maneira automática, ou seja, não existe a inserção de dados manualmente, o que poderia tornar o dado duvidoso.

O uso da ferramenta é totalmente gratuito para os consumidores que querem fazer uma reclamação. Nem o cadastro e nem as queixas são cobradas. Então, pode colocar a boca no trombone à vontade!

Agora, é bom ficar atento, porque o Reclame Aqui não divulga as queixas na imprensa ou repassa para órgãos de defesa do consumidor, por exemplo. Caso você entenda que é necessário, procure uma dessas entendidas ou entre na justiça.

Deixe um comentário

avatar