Oi

Como bloquear chip Oi

Após o bloqueio, é preciso resgatar um novo chip. Mas você não perde o seu número de telefone.

Ninguém merece perder o celular, seja qual for o motivo. Mas, além da dor de cabeça de ficar um tempo sem aparelho ou de perder fotos e vídeos, o mais importante é proteger as suas informações.

Por isso, em caso de perda ou roubo do aparelho, a primeira coisa que você deve fazer é bloquear a sua linha com a operadora do seu plano de celular.

Clientes da Oi podem solicitar o bloqueio pela internet, atendimento telefônico ou em uma loja física da operadora. O pedido deve ser realizado pelo titular da linha.

 

 Como bloquear o chip Oi pela internet

 

Quem quiser pedir o bloqueio do chip Oi pela internet, deve acessar o portal Minha Oi no site da operadora. É preciso já ter login e senha cadastrados no serviço.

Na página inicial do Minha Oi, selecione o produto Móvel. Em seguida, abra o menu Serviços e clique na opção Bloqueio por perda e roubo. Preencha os dados solicitados do formulário e confirme o pedido. Aguarde a mensagem de confirmação, que vai exibir um número do protocolo de atendimento. Guarde essa informação, pois ela pode ser útil em um ocasional problema futuro.

 

Como bloquear chip da Oi pelo telefone

 

Você também pode solicitar o bloqueio do seu chip Oi pelo telefone. É só ligar para 1057 de qualquer linha fixa ou móvel e selecionar a opção de falar com um atendente. Faça a solicitação do bloqueio da linha e passe as informações necessárias. Mais uma vez, após o fim do processo não deixe de anotar o número do protocolo de atendimento.

 

Lojas físicas da Oi também podem realizar o bloqueio da linha

 

Se preferir, você pode comparecer em uma loja física da Oi para pedir o bloqueio do chip. Lembrando que apenas o titular da linha pode fazer a solicitação. Por isso, leve documentos de identidade, CPF e comprovante de residência originais.

 

Resgate do chip Oi

 

Embora algumas operadoras ofereçam o serviço de desbloqueio do chip, na Oi é preciso fazer o resgate de um novo chip. Para isso, o titular deve comparecer a uma loja física da operadora, sempre com a documentação: identidade, CPF e comprovante de residência originais.

É preciso comprar um novo chip, mas você vai continuar com o mesmo número Oi da linha anterior. Os detalhes do contrato também permanecem os mesmos.

Entretanto, pode ser que, nesse processo, você perca as informações que estavam salvas no chip antigo. Para evitar esse tipo de problema, você pode optar pela sincronização com sistemas de armazenamento em nuvem, como no Google.

 

Contas continuam válidas durante o período de bloqueio do chip

 

É importante saber que, durante o período de bloqueio a linha, as contas dos planos Oi Pós Pago e Oi Controle são geradas normalmente. As franquias podem se acumular, mas isso depende das especificações de cada plano.

 

Como bloquear o aparelho pelo IMEI

 

Com o bloqueio do chip, a sua linha fica fora de serviço. Mas o aparelho pode funcionar normalmente com outros chips, da Oi ou de outras operadoras.

Para evitar que o seu aparelho seja usado por outras pessoas, é preciso realizar o bloqueio do celular pelo IMEI.

O IMEI é uma identificação única de cada aparelho celular ou smartphone, formada por uma sequência de quinze números. Mais ou menos como o CPF dos brasileiros. Você pode descobrir o IMEI do seu aparelho ao ligar para *#06#. É só aguardar que a informação vai aparecer no visor. Anote esse número e guarde em um local seguro. Caso não tenha mais o aparelho em mãos, você pode conferir o IMEI na caixa original do aparelho.

Após o bloqueio pelo IMEI, o celular não pode mais acessar nenhum serviço das operadoras de telefonia. Esse bloqueio deve ser solicitado na sua própria operadora, através da central de atendimento.

Assim, em caso de perda ou roubo de um celular com chip Oi, o bloqueio do aparelho pode ser pedido junto com o bloqueio da linha, através do telefone 1057.

 

Proteção dos dados também é importante

 

Bem, todo mundo costuma armazenar muitas informações no celular. Em alguns casos, como fotos e vídeos guardados na memória interna do aparelho, não tem muito o que fazer. Por isso, tente não manter nenhuma informação importante armazenada no aparelho.

Mas o acesso a aplicativos e redes sociais de um aparelho perdido ou roubado pode ser encerrado pelo computador. Entre nas versões web do Facebook, Instagram, e-mails e outros apps e faça a desconexão com o dispositivo perdido ou troque a senha. Faça o mesmo com aplicativos de transportes, como Uber, Cabify e 99.

Se você usar apps de sincronização em nuvem, também pode desconectar o acesso através das versões web do Google e do iCloud, por exemplo. No caso de aplicativos de serviços bancários, é sempre mais seguro entrar em contato com a sua agência, para descobrir o melhor procedimento.

Veja mais detalhes como proteger as suas informações em caso de perda ou roubo de celular aqui.

Deixe um comentário

avatar