Notícias

Celular dobrável: conheca os principais modelos que devem ser lançados em 2019

Tecnologia, que promete estar entre as mais comentadas de 2019, já foi anunciada em alguns modelos de grandes fabricantes.

Já faz tempo que o mercado de celulares e smartphones fala em aparelhos com telas dobráveis. A principal vantagem da tecnologia é a possibilidade de manter as telas grandes, como um tablet, mas em aparelhos fáceis de guardar no bolso.

Além disso, a tela dobrável também pode facilitar a navegação em atividades que não exigem tanto espaço de navegação. Por exemplo, na hora de digitar uma mensagem ou navegar aplicativos e sites, um visor menor pode ser mais prático. Nesses casos, ao reduzir a tela, a digitação com uma só mão fica mais fácil.

O objetivo da tela dobrável é juntar o melhor desses dois mundos: ampla visualização para os conteúdos audiovisuais com a praticidade dos aparelhos de dimensões reduzidas. Até a câmera frontal pode mudar com esse recurso. Afinal, dependendo de como fique a tela quando dobrada, o visor pode ser usado para visualizar a foto antes do clique.

Por enquanto, a tecnologia deve chegar apenas em opções realmente avançadas. Afinal, a tela dobrável ainda está em desenvolvimento, o que inclui um custo bem alto. E esse maior custo de produção, claro, será claro no preço maior dos smartphones com tela dobrável.

Veja os principais modelos de celular dobrável que devem chegar ao mercado em 2019 e outras notícias das fabricantes em relação ao recurso:

 

Acesse a Loja online da Claro e confira promoções exclusivas dos melhores smartphones do Brasil!

 

Royale FlexPai

 

Esse é considerado oficialmente o primeiro celular dobrável a chegar ao mercado. Desenvolvido por uma startup, o celular Royale FlexPai não “dobra” completamente a sua tela. As bordas do aparelho não se tocam, o que deixam o seu formato, quando dobrado, com o visual parecido de uma tenda.

Com 7,8 polegadas no total, cada lado da tela funciona de forma independente quando dobrado. Esse ponto pode ser meio decepcionante, já que não ajuda muito na hora de guardar o aparelho, por exemplo.

De qualquer forma, o modelo merece destaque por ser o primeiro a chegar de fato aos olhos do público. Para dar conta da tela grande e dividida, ele conta com processador Qualcomm Snapdragon 855 de alto desempenho, memória RAM de 6 GB ou 8 GB e memória interna de 128 GB ou 256 GB. sua bateria ficou com capacidade de 3.870 mAh.

 

Samsung Galaxy Fold (ou Samsung Galaxy F)

 

Esse talvez seja o celular dobrável mais esperado de 2019. Embora a Samsung já tenha feito uma apresentação oficial durante o anúncio da nova linha Galaxy S10, ninguém teve acesso ao aparelho. Contudo, seu lançamento oficial está previsto para abril de 2019.

Quando aberto, o Galaxy Fold vai ter tela de 7,3 polegadas, chamada de tela interna. Quando dobrado, a tela externa ficam com cerca de 4,6 polegadas. Pode ser uma diferença e tanto para quem já é acostumado a navegar em telas grandes.

Outro detalhe que chama atenção no Galaxy Fold é a quantidade de câmeras, com um total de seis lentes. Quando aberto, o modelo fica com uma câmera tripla com lentes de 16 MP, 12 MP e 12 MP novamente, bem parecida com o que já é visto no Galaxy S10. Já a câmera frontal, assim como no Galaxy S10 Plus, tem lente dupla de 10 MP e 8 MP. A sexta é a chamada câmera externa, disponível com o celular fechado.

Para manter tudo isso ligado, a Samsung apostou em bateria de 4.380 mAh.

 

Informe Publicitário
Tim

Melhor oferta

100MB

serviços digitais

Serviços Tim
A partir de
R$
117,00

por
mês

Vivo

Melhor oferta

100MB

serviços digitais

Vivo
A partir de
R$
129,99

por
mês

Oi

Melhor oferta

25MB

serviços digitais

Serviços Oi
A partir de
R$
114,90

por
mês

Net

Melhor oferta

120MB

serviços digitais

Serviços Net
A partir de
R$
99,00

por
mês

 

Huawei Mate X

 

Até agora, esse é o celular dobrável já anunciado com maior tamanho total de tela, que chega a 8 polegadas quando aberta. Quando dobrado, ele fica um smartphone com tela dupla OLED de 6,4 polegadas. Além da tela maior, o Huawei Mate X também mostra o melhor acabamento e menor espessura que o modelo da Samsung.

As configurações, claro, são as mais avançadas possíveis, com processador Kirin 980, RAM de 8 GB e armazenamento de 512 GB.

Mais uma vez, a câmera tripla está presente. As lentes, desenvolvidas pela empresa Leica, uma das maiores em fotografia, têm 40 MP, 16 MP e 8 MP. As selfies podem ser feitas com essa mesma câmera, com auxílio da tela traseira.

O modelo tem bateria de 4.500 mAh e seu lançamento está previsto para o segundo trimestre de 2019.

 

Oppo, TCL e Xiaomi  já deram indícios de seus celulares dobráveis

 

Por enquanto, a Samsung e a Huawei foram as fabricantes que deram notícias mais concretas sobre o lançamento do celular com tela dobrável. Entretanto, outras marcas já deram um gostinho do que deve chegar por aí através de protótipos.

Uma delas foi a Oppo, que mostrou um aparelho que lembra bastante o Huawei Mate X. O modelo usa uma dobradiça central que transforma a tela grande em um celular com tela dupla. Mas a empresa não deu nenhuma informação sobre configurações ou data de lançamento.

A fabricante TCL, responsável pelas marcas Alcatel BlackBerry e Palm, apresentou nada menos do que cinco opções de protótipos. As principais diferenças entre eles são os formatos, com opções de telas externas e internas ou dobras na vertical e na horizontal. Teve até um modelo flexível, que pode ser usado como um relógio.

Já a Xiaomi parece que vai por um caminho diferente. Sem muitos detalhes ou alardes, o presidente e co-fundador da empresa chinesa aparece navegando em um smartphone que se dobra nas duas bordas. Assim, celular fica com a tela principal na parte central. Mas nada mais foi dito sobre o protótipo.

 

Outras fabricantes também devem investir na novidade

 

Outra empresa que pode lançar um celular dobrável é a Motorola, em uma reedição especial do RAZR V3. O celular de flip foi um dos maiores sucessos da empresa, na era pré-smartphones, e pode retornar com a nova tecnologia.

Caso você esteja sentindo falta de notícias sobre um celular dobrável da Apple, vai precisar esperar um pouco mais. A marca já entrou com um registro de patente para um modelo, mas ele só deve ganhar mais detalhes em 2020. Na verdade, isso não chega a ser uma surpresa. A  marca da Maçã é conhecida por esperar pela evolução das tecnologias antes de incluí-las nos iPhones.