Teste de velocidade

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Dicas e curiosidades

Aprenda a tirar fotos como um profissional utilizando o modo manual da câmera do seu celular

Entenda as configurações e os recursos do mono manual da câmera do seu celular e faça ótimos cliques.

As câmeras dos smartphones estão entre as características mais observadas na hora de comprar um celular. Muitas vezes, elas substituem as câmeras digitais no nosso dia a dia ou mesmo em viagens e passeios. Embora tenha recursos bem mais simples, é muito mais fácil andar por aí só com o smartphone.

Então o ideal é que você saiba como acertar nos cliques com as câmeras dos smartphones. É claro que, quanto mais avançada for a câmera e mais recursos ela apresentar, mais chances de as fotos saírem legais. Além da resolução, os famosos megapixels, ou MP, também é legal observar outros detalhes da configuração. Por exemplo, a abertura focal de número menor indica que a captura de luz pelo sensor é melhor. Ou seja, as fotos feitas de noite ficam mais nítidas. Já o HDR ajuda a realçar os contrastes e as cores de uma imagem.

Muita gente adora a praticidade do Modo Automático, cada vez mais evoluídos nas câmeras dos smartphones. É só abrir a câmera e fazer a foto. O próprio processamento de imagens já busca as configurações e ajustes ideais na busca pelo melhor resultado.

Entretanto, as câmeras de celular com Modo Manual podem ser bem legais também. Com essa ferramenta, você pode fazer diversos ajustes diferentes até achar a foto perfeita. Para isso, claro, é preciso que você saiba para que funciona esses controles. Veja como aproveitar o Modo Manual e fazer fotos profissionais com o seu celular!

 

Quer comprar um celular com câmera poderosa? Veja os melhores modelos na loja online da Claro!

 

Aproveite a grade de enquadramento

 

Quase todos os softwares de câmeras contam com a aplicação da grade de enquadramento. E aqui vai um segredo: o enquadramento é uma parte importantíssima da foto perfeita. Use as linhas horizontais para alinhar o horizonte e o fundo da foto, e as verticais para posicionar o objeto da foto. Aprender a “regra dos terços” é um bom início. Segundo ela, os pontos de interseção das linhas da grade são as posições que mais chamam o olhar para o objeto da foto. Descubra, também em quais dos quadrinhos as imagens ficam mais harmônicas.  Depois de entender melhor essas regras, é só brincar com sua imaginação.

 

Foco: leve o olhar para o objeto principal da foto

 

Entre os muitos recursos automáticos das câmeras de celular, está o foco. Mas usar o foco manual pode ser bem interessante para resultados mais completos. O objetivo do foco é levar o olhar de quem vê a foto para o objeto principal, ou seja, para o que você quis mostrar com aquela imagem.

Isso ficou ainda mais importante com o crescimento das câmeras duplas, que permitem mais ajustes de foco e profundidade. Se o seu celular tem essa tecnologia, experimente desfocar o fundo para destacar o objeto, por exemplo. Aliás, esse é um dos princípios do Modo Retrato, aquele que todo mundo quer nas selfies.

 

Velocidade do obturador

 

Chamado em inglês de Shutter Speed, a velocidade do obturador já entra na categoria de captura de luz, que, claro, faz toda a diferença nas fotos. Com velocidades mais altas, você vai ter imagens mais nítidas e melhor definição, especialmente nas fotos em movimento. Nesse tipo de foto, a velocidade mais baixa permite aquelas fotos com efeitos de “borrões”, como carros e luzes, por exemplo. A velocidade menor também pode ajudar a capturar mais detalhes nas fotos em lugares escuros. Porém, se esse for o objetivo do seu clique, lembre de manter a câmera estabilizada, evitando resultados tremidos.

 

Exposição (EV)

 

Esse é mais um controle de entrada de luz na lente da câmera (eles são muitos, já que  luz é o que “faz” uma foto). Mas aqui, ela pode definir qual a “atmosfera” da foto, se mais clara ou mais soturna. A exposição mais alta resulta em fotos mais claras, com cores abertas. Já a exposição mais baixa faz fotos com tons mais fechados.

 

ISO

 

O ISO mostra qual a sensibilidade do sensor à luz da foto. Em resumo, números maiores na configuração de  ISO ajuda em fotos feitas em locais com menor iluminação natural. Mas também permite a ocorrência de mais ruídos de imagem, ou seja, os resultados podem perder em nitidez. Já números menores no ajuste de ISO são ideais para fazer fotos bem nítidas em espaços com boa luz ambiente. Já se você jogar um ISO muito alto em espaços mais iluminados, os resultados são aquelas fotos “estouradas”.

 

Balanço de Branco

 

O ajuste de balanço de branco ajuda a compensar as cores dos objetos e cenários das fotos, de acordo com as condições de luz do ambiente. Por exemplo, o mesmo cenário pode oferecer resultados diferentes em um dia nublado ou de muito sol. Então, o balanço de branco entra para ajustar a tonalidade das fotos, de acordo com a sua preferência.

 

HDR

 

O HDR é outro ajuste que pode ser automático, especialmente em smartphones mais modernos e completos. Sua função é melhorar o resultado de cores e contraste das fotos. Ele é bem útil em fotos feitas contra a luz ou em espaços muito claros, por exemplo.

 

Luz indireta costuma ser melhor que flash

 

Muitas das configurações do Modo Manual das câmeras de celular trabalham para melhorar os resultados das fotos em lugares mais escuros. Então já deve dar para imaginar que o ideal é não usar o flash, não é? Isso acontece porque a luz indireta oferece resultados mais naturais às fotos. Mas, em algumas situações, o uso dessa iluminação extra é essencial. Uma dica: para fazer selfies, fotos em grupos e outros cliques em locais pouco iluminados, peça para algum amigo jogar a lanterna do celular para fazer uma luz indireta.

 

Faça bom proveitos de aplicativos de câmera e edições

 

Nem sempre os smartphones oferecem tantas opções de ajustes de câmera. Nesse caso, você pode baixar aplicativos que simulam esses recursos e treinar seus cliques mais trabalhados. E mesmo depois das fotos, aproveite os aplicativos de edição para buscar efeitos e resultados diferentes.

 

Tire quantas fotos quiser

 

Pegar o jeito de lidar com todos esses detalhes da foto nem sempre é fácil. Então experimente bastante. Tire fotos “iguais” com ajustes diferentes, procure novas perspectivas e veja como combinar o uso das configurações. Uma das coisas mais legais de fazer fotos digitais é que a memória interna do seu celular (ou um cartão Micro SD) é o limite! Além disso, sempre dá para apagar as fotos ruins, rapidinho!

E não esqueça de encontrar o melhor plano de internet no celular para enviar suas fotos para os amigos ou fazer os posts nas redes sociais.

voltar para o top

Deixe um comentário

avatar