Teste de velocidade

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Notícias

Ancestors: conheça o jogo de sobrevivência e saiba como jogar no seu Xbox

Jogador não pode ter medo de explorar os elementos do cenário.

Lançado pela Panache Digital Games, Ancestors: The Humankind Odyssey é um jogo RPG de sobrevivência em terceira pessoa. O jogo já está disponível para Xbox One.

Com tema pouco usual, o game coloca o jogador para assumir o papel de um primata e garantir a evolução de espécie. Para isso, é preciso trabalhar pela sobrevivência de todo o bando durante o período da Pré-História na África.

Entretanto, Ancestors: The Humankind Odyssey não oferece muitas ferramentas iniciais para essa missão. Embora o início do game apresente algumas das mecânicas, boa parte da evolução só ocorre depois de muita tentativa e erro.

Por isso, vale a pena pegar algumas dicas ao se aventurar pela “odisseia da humanidade”.

Com o Xbox Live Gold você tem os melhores recursos do Xbox One. Faça já sua assinatura e aproveite também os títulos disponíveis do Games with Gold!

Foco no grupo

Toda a jornada de Ancestors The Humankind Odyssey é sobre a evolução de espécie. E isso não se resume a um único indivíduo. Então não foque na sobrevivência de apenas um personagem. Ao longo da campanha, os jogadores assumem o papel de diferentes indivíduos, e nem todos sobrevivem.

Contudo, erros e acertos são transmitidos a toda uma geração. Sendo assim, trabalhe em habilidades que vão ajudar no sucesso do bando.

Experimentação, tentativa e erro

Não tem segredo: para avançar em Ancestors, o jogador não pode ter medo de errar. Mesmo que isso signifique uma volta ao início do game. Desde o início, é preciso analisar alimentos e fontes de água. Pode experimentar tudo o que aparece pela frente. 

Quando o resultado for positivo, todo o grupo aprende que aquele alimento ou água faz bem. Caso contrário, é preciso buscar curas entre os elementos da floresta.

Os objetos também têm um papel importante. Teste diferentes ações, como empilhar, bater, quebrar, moldar e etc. É assim que o jogador aprende a fazer armas para caçadas e defesa, além de melhorar os níveis de descanso e segurança.

Nem sempre vai dar certo. Entretanto, esses aprendizados são úteis nas tentativas seguintes.

Exploração com cautela

Ancestors pede um alto nível de experimentação. Mas não precisa ter pressa. Principalmente nos momentos iniciais, vale passar mais tempo no alto das árvores, onde os predadores não chegam. 

Entretanto, é impossível evoluir sem descer dos galhos. Escolha um local que considere seguro para ir para o chão e adquirir habilidades. Assim, será mais fácil enfrentar os perigos que aparecem.

Árvore de habilidades

Praticamente todas as ações dos personagens resultam em ganhos de habilidade, que são transmitidas para o bando. Para assimilar essa experiência, é preciso deitar em uma das camas da base e apertar o botão indicado. Na tela exibida, escolha quais habilidades disponíveis serão priorizadas.

O jogo recompensa as repetições. Uma ação realizada várias vezes vai ficar mais e mais aprimorada, inclusive andar de pé.

Importância dos filhotes

Para garantir a sobrevivência da espécie, os filhotes precisam chegar à idade adulta. Logo, a preservação dos pequenos indivíduos garantem maior evolução das habilidades. Qualquer ação realizada com um filhote nas costas gera mais experiência acumulada.

Ao ficarem mais velhos, os filhotes ganham bônus de habilidades, que também são transmitidas para o bando. Então sua segurança pode ser essencial para enfrentar desafios mais para frente.

Cada detalhe importa

Toda a ambientação de Ancestors serve como dicas do que fazer ou não. Inclusive o som. Fique atento a cada barulho desconhecido, que pode indicar um perigo novo.

A localização também é importante, já que o personagem pode ter seus instintos prejudicados em lugares desconhecidos. Mas é preciso expandir os domínios em busca de mais recursos e habilidades. Nesse ponto, o jogador deve controlar os níveis de dopamina, exibidos na tela. Isso pode ser feito ao retornar para um lugar conhecido ou ao usar os sentidos para reconhecer o novo ambiente.

voltar para o top