Teste de velocidade

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in posts
Search in pages

Notícias

Anatel autoriza compra da Nextel pela Claro

Aquisição também já passou pela aprovação do Cade.

A Anatel – Agência Nacional de Telecomunicações, publicou a autorização de compra da Nextel pela operadora Claro no último dia 30 de setembro. A partir de agora, a Claro tem até seis meses para concluir o processo.

Com valor estimado em R$ 3,4 bilhões, a transação já havia recebido aprovação do Cade – Conselho Administrativo de Defesa Econômica.

Um conselho deliberativo aprovou, de forma unânime, parecer do relator do processo, Emmanoel Campelo. Segundo as análises, a fusão das empresas não terá influência na posição da Claro nos mercados de Rio de Janeiro e São Paulo, locais que concentram os clientes da Nextel.

Na verdade, a aquisição da Nextel foi considerada benéfica do ponto de vista competitivo. Com a compra, a Claro fortalece a segunda posição, com cerca de 26% do mercado. A liderança folgada segue com a Vivo, com 31,9% do segmento. Na terceira posição, a TIM aparece com uma fatia de 24,4% do mercado. 

Assine já o seu plano Claro Controle com WhatsApp e Redes Sociais ilimitados!

Exigências para a compra da Nextel

Após aprovação da Anatel, a Claro precisa atender às exigências apresentadas pela agência reguladora. 

Uma delas prevê que as operadoras têm seis meses para se adequar ao espectro de telecomunicações. Com a fusão, a Claro passaria do limite de 35% em faixas de frequência abaixo de 1 GHz. No mesmo prazo, as empresas devem eliminar a sobreposição de outorgas na prestação de Serviço Telefônico Fixo Comutado (STFC) e Serviço Móvel Pessoal (SMP).

Em até 18 meses, a Claro também vai precisar devolver um dos dois números de operação de DDD, o atual código da Embratel (21) ou o código da Nextel (99).

A Claro é uma das empresas da América Movil, assim como a Net (agora Claro NET), Embratel e, com a aquisição, a Nextel. Com a compra, a empresa ganha cerca de 3,3 milhões de clientes pós-pagos.

voltar para o top