icone office 365

R$40 de desconto no Office 365 com o cupom: CD40

Teste de velocidade

Dicas e curiosidades

7 comandos perigosos do Windows

Evite ações que podem comprometer o uso do seu computador de forma irreversível.

Atualmente, estão disponíveis vídeos com tutoriais e passo a passo sobre diferentes ações e funções no Windows. Inclusive, com alguns passos simples, é possível até melhorar o desempenho do seu computador.

Entretanto, quem não tem conhecimentos mais avançados de informática pode ficar com receio de, acidentalmente, causar algum dano mais sério no Windows.

Por isso, é importante conhecer comandos que você não deve usar no Windows, de maneira alguma. Dessa forma, você evita comprometer o sistema operacional da Microsoft.

Veja 7 comandos perigosos do Windows e passe longe dessas ações no seu computador:

Tenha acesso aos melhores softwares e funções da Microsoft com uma assinatura do Office 365.!

1 – Não delete a pasta System32

Essa pastinha aparece em todas as versões do sistema desde o Windows 95. Só isso já é um sinal de que ela é bem importante. A pasta System32 é um dos principais componentes do Windows, e guarda arquivos essenciais para o funcionamento de funções do sistema em geral e alguns programas em particular.

Por isso, o ideal é não realizar nenhuma alteração na pasta System32 do Windows. E claro, jamais tente deletá-la.

2 – Evite usar configurações de internet no prompt do Windows 

Já pensou em ter um computador que não consegue acessar a internet? Pois um comando executado diretamente do prompt do Windows pode desabilitar esse acesso para sempre, uma ação totalmente irreversível.

Para evitar esse grande problema, quem não tem conhecimentos de programação não deve alterar as configurações de internet no prompt de comandos do Windows. Deixe isso para os especialistas.

3 – Não formate o disco rígido

Mais uma ação que não deve ser realizada por leigos é a formatação do disco rígido por meio do prompt do Windows. Aqui, o risco segue a mesma linha do tópico anterior: essas mudanças são irreversíveis e podem causar danos sérios ao funcionamento do sistema operacional.

Caso você queira formatar o HD e instalar uma nova versão do Windows, siga o procedimento indicado na mídia original do Windows.

4 – Não altere o registro do Windows

O registro do Windows guarda informações essenciais sobre o sistema e os programas executados. Ou seja, quem não saca muito de informática e programação, deve passar longe desse registro. Aliás, o mais seguro é desativar o acesso ao registro do Windows.

5 – Não apague ou altere os arquivos Pagefile.sys e Swapfile.sys

A extensão .sys vem de “system”, ou sistema. Então nunca realize nenhum tipo de alteração nos arquivos com essa extensão. Por exemplo, o Pagefile.sys e o Swapfile.sys têm relação direta com a memória RAM do computador. Qualquer alteração indevida pode acabar com o acesso a funções e programas importantes, inclusive na hora de salvar os dados.

6 – Não altere DLLs

Outros arquivos que não devem ser alterados são aqueles com extensão .DLL (Dynamic Link Library, ou Biblioteca de Links Dinâmicos). Esses arquivos são usados nos mais variados programas e funções, e qualquer mudança incorreta pode acarretar danos sérios ao uso do Windows.

Isso vale, principalmente, no uso de programas crackeados, que pedem que arquivos .DLLs originais sejam apagados. Caso você não tenha conhecimento avançado do sistema, é melhor não seguir com essa instalação.

7 – Não altere extensões de arquivos

As extensões estão presentes em todos os arquivos salvos em um computador. Elas indicam qual o formato e a função daqueles itens. Por isso, modificar as extensões vai impedir que esse arquivo seja identificado pelo sistema.

Quer economizar no seu plano de celular e banda larga? Confira aqui as melhores ofertas da semana!

voltar para o top