icone office 365

R$40 de desconto no Office 365 com o cupom: CD40

Teste de velocidade

Notícias

5G só deve chegar ao Brasil em 2022, segundo ministro Marcos Pontes

Principal motivo do atraso seria a interferência causada pela rede 5G em antenas parabólicas.

Previsto inicialmente para ocorrer em março de 2020, o leilão de frequências 5G na Anatel pode ser realizado apenas no fim de 2021. A afirmação foi feita pelo ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes.

Em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, o ministro afirmou que o problema é a interferência no funcionamento das antenas parabólicas, causada pelo uso de uma das frequências ofertas no leilão. A faixa em questão é a de 3,5 GHz, usada pelo 5G em quase todos os países.

“Talvez fique só para 2021. Então, imagino que no final de 2021 e começo de 2022 comece a implantação de algum piloto”, afirma Marcos Pontes. Sendo assim, o acesso comercial à nova geração da conexão móvel no Brasil não deve acontecer até 2022. 

Além da possível interferência nas antenas parabólicas, que segue em estudo, diversas alterações propostas no edital de licitação do leilão da Anatel também têm um papel no atraso.

Enquanto o 5G não chega, aproveite a velocidade da conexão 4.5G dos planos Claro Controle!

Previsão de prejuízo

Uma projeção da Ericsson, que já havia pedido pressa na realização do leilão, afirma que, com o atraso, o governo brasileiro deixe de arrecadar até R$ 25 bilhões. 

Segundo o diretor de Relações Governamentais da Ericsson, Tiago Machado, essa demora reduz a venda de terminais e receita, o que leva a um impacto na cadeia de valor e, consequentemente, na arrecadação. 

Quer economizar no seu plano de celular e banda larga? Confira aqui as melhores ofertas da semana!

voltar para o top