Notícias

4G do Brasil fica em segundo lugar entre as melhores velocidades para download da América Latina

Desempenho em velocidade de download foi o melhor resultado do país na pesquisa sobre conexão 4G.

Uma pesquisa realizada pela Opensignal em 87 países colocou o Brasil como o segundo melhor país da América Latina em navegação na conexão 4G.

Realizada entre janeiro e março de 2019, o levantamento mostrou que o país tem velocidade média de download em 4G de 13 Mbps (megabytes por segundo). O primeiro lugar na América Latina foi para o México, com velocidade de 14,9 Mbps.

No entanto, a velocidade de download não foi o quesito analisado. A pesquisa da Opensignal também analisa critérios como reprodução de vídeos, upload e disponibilidade da rede 4G, entre outros quesitos.

 

Compare e escolha o melhor plano de celular com internet 4G para você!

 

Upload e reprodução de vídeo da rede 4G no Brasil

 

O Brasil cai no ranking em outros critérios da pesquisa. Por exemplo, a velocidade média de upload na rede móvel 4G do país é de 4,5 Mbps, atrás do Chile e da Argentina, com 5,8 Mbps e 4,8 Mbps, respectivamente.

Outro ponto em que o Brasil ainda pode evoluir é na área de cobertura da rede 4G, que é de 72%. Entretanto, esse resultado acompanha os demais países latino-americanos, que apresentaram taxas entre 70% e 80%. As únicas exceções foram Paru e Panamá, com mais de 80%.

Para efeitos de comparação, a Coréia do Sul, que ficou em primeiro lugar nesse quesito, chega a 97,5%.

 

Quer garantir a maior cobertura de 4G do Brasil? Acesse e ative seu TIM Controle!

 

Reprodução de vídeo pode melhorar em todo mundo

 

Muitos países asiáticos e europeus apresentaram excelentes resultados em diversos critérios analisados. Contudo, nenhum lugar do mundo recebeu a melhor avaliação em reprodução de vídeo. O mesmo vale para a análise na taxa de latência. Não por coincidência, esses são dois fatores que devem evoluir muito com a chegada da internet 5G.

Em relação à reprodução de vídeo, o Brasil fez 51,1 pontos, em um total de 100, o que colocou o país abaixo de Bolívia, Argentina, México e Paraguai.

Já a taxa de latência no 4G no Brasil é de 71,5 ms. O ideal é uma latência de, pelo menos 30 milisegundos. Contudo, nenhum país alcançou essa marca, e apenas 13 entre os 87 analisados ficaram abaixo dos 40 ms.